Beam Drop Inhotim – Série Retrato

Novo episódio com a obra de Chris Burden estará disponível neste sábado (11)

Setenta e duas vigas de ferro com mais de dez metros cada, lançadas a 30 metros de altura por um guindaste em uma "piscina" - um buraco na terra preenchido por 19 caminhões de concreto em 144 metros quadrados.

A construção de uma das obras mais imponentes e icônicas do Inhotim está no terceiro episódio da série Retrato, que vai ao ar neste sábado (11), às 11h, nas redes sociais do Instituto.

A montagem de Beam Drop Inhotim (2008) exigiu um preparo de meses da equipe do museu, que foi acompanhada pelo criador da obra, o norte-americano Chris Burden.

William Gomes /Divulgação/ACS Inhotim


O local no Inhotim foi escolhido por fazer uma harmonização especial com a obra
Artista fundamental para a arte contemporânea, Burden marcou o mundo com suas performances radicais nos anos 1960 e, em suas esculturas de grande porte, propõe uma reflexão sobre o sujeito em relação aos ambientes sociais e às instituições culturais.

A obra Beam Drop já havia sido montada anteriormente em 1984, no Art Park (parque de esculturas no Estado de Nova York, EUA), mas foi destruída após três anos.

Lembrada, até então, em fotos, vídeos e documentos, o trabalho foi refeito no Inhotim em 2008, em um local cercado de mata preservada, escolhido por fazer uma harmonização especial com a obra, compondo hoje uma escultura emblemática da arte contemporânea, reconhecida mundialmente.

Esse e os outros dois episódios da série Retrato - com Adriana Varejão e Doris Salcedo - continuam disponíveis nas redes sociais do Inhotim: YouTube, Facebook e Instagram.

E tem também episódios das séries Bastidores e Diálogos e muitos outros conteúdos de arte, educação e botânica. Além disso, no Google Arts and Culture você confere as cinco exposições on-line do Instituto.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO