ARMVA atualiza legislação para parcelamento do solo

Divulgação


Com novas regras de parcelamento do solo pretende-se facilitar a implantação de novas empresas que necessitam deste trâmite junto ao governo mineiro

A legislação sobre processos de parcelamento do solo no Vale do Aço, o Decreto Estadual n.º 44.646/2007, foi revisada pela Agência de Desenvolvimento da RMVA.

A atualização do decreto que rege o parcelamento do solo em Minas Gerais tem sido uma das contribuições da ARMVA ao programa de desburocratização do estado - “Minas Livre para Crescer”. Com novas regras de parcelamento do solo pretende-se facilitar e estimular a implantação de novas empresas, loteamentos ou outros empreendimentos que necessitam deste trâmite junto ao Governo de Minas Gerais.

Entre as principais alterações está a redução do prazo de análise pela ARMVA nos processos de emissão de Diretrizes e de Anuência Prévia. As mudanças ainda estabelecem relação mais direta entre empreendedor e Agência, além da flexibilização em alguns critérios para a expedição de Anuência Prévia.

Contribuições dos envolvidos

Em uma primeira etapa, a equipe técnica da ARMVA realizou o estudo de melhoria da legislação vigente, de acordo com as especificidades do território do Vale do Aço. Em paralelo, foi estabelecido o diálogo entre as equipes da ARMVA, Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte (ARMBH) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (SEDE), pasta que coordena o “Minas Livre para Crescer”.

Os quatro municípios da RMVA (Coronel Fabriciano, Ipatinga, Santana do Paraíso e Timóteo) também foram consultados e apresentaram contribuições, além dos empreendedores e representantes do setor da Construção Civil, por meio da Matriz de Procedimento.

Agora, o decreto está em fase de revisão final da SEDE e, posteriormente, seguirá para a sanção do Governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

Anuência Digital

Outra medida de modernização já implantada nos processos de parcelamentos do solo é a Anuência Digital. Os processos agora são desenvolvidos 100% digitais, via Sistema Eletrônico de Informações – SEI!, programa já utilizado no âmbito do Governo de Minas Gerais. Com o trâmite eletrônico, o processo beneficiará em especial o empreendedor pela redução de tempo e custos.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO