Secretaria de Saúde acompanha cuidados adotados pela Casa da Esperança durante pandemia

Divulgação


Secretária da pasta em Ipatinga, Érica Dias, visitou instituição em companhia da infectologista Carmelinda Lobato

A secretária de Saúde de Ipatinga, Érica Dias, acompanhada da infectologista Carmelinda Lobato e outros técnicos da repartição, realizou nesta segunda-feira (6) uma visita à entidade assistencial Casa da Esperança. A instituição de acolhimento, com cerca de 120 internos, é responsável por um trabalho social envolvendo pessoas com deficiência. O objetivo da ação foi acompanhar as medidas de prevenção e cuidados adotados no local em relação à covid-19, informou a administração municipal.

Na casa, foram registrados casos positivos de contágio por covid-19 entre internos e funcionários. “Nós percebemos que todas as medidas sanitárias e de isolamento de casos positivos estão sendo tomadas, mostrando um comprometimento da Casa com as regras e com seus internos e funcionários. Continuamos realizando testes para detecção da doença. Desta forma, estamos antecipando os cuidados e evitando o agravamento desses pacientes”, explicou Érica.

Carmelinda Lobato, infectologista do município, comentou que foram repassadas à entidade várias recomendações em relação ao surto de casos.

“A partir do momento em que notificamos mais de um caso na instituição, nós tratamos como um surto. Aqui, percebemos que os protocolos estão sendo cumpridos, inclusive com a criação de uma ala apenas para os casos positivos. Esse acompanhamento é uma forma de garantir apoio assistencial para a entidade. Embora exista casos positivos, a boa notícia é que a entidade ainda não conta com nenhum registro de agravamento”, pontua.

Fake News

Nos últimos dias, uma notícia falsa (Fake) News envolvendo a instituição circulou nas mídias sociais, lembrou o governo. Segundo as publicações, a direção da Casa estaria duvidando dos resultados de testes aplicados pelo município e que estes seriam uma forma de “inflar” os casos positivados da instituição.

A falsa notícia foi desmentida pela própria fundadora da Casa, Maria Lúcia Valadão, conhecida como Tia Lúcia. “É lamentável que pessoas usem nosso nome para espalhar notícias falsas. Pessoas, inclusive, que nem conhecem a instituição. Sabemos que em todo mundo existe a possibilidade de erros com os testes. Eu, como enfermeira, tenho total consciência disso. Entretanto, falar que estamos duvidando dos resultados é uma mentira. Estamos recebendo todo o acompanhamento e apoio da Secretaria de Saúde. Qualquer afirmação em outro sentido é falsa”, assegurou.”, esclareceu.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO