Ennio Morricone, mestre das trilhas sonoras, morre aos 91 anos

Compositor era vencedor de dois Oscars e autor de mais de 500 trilhas para filmes, Morricone fraturou o fêmur em um tombo

Reprodução/Facebook Maestro Ennio Morricone


O compositor italiano Ennio Morricone, autor de trilhas sonoras de filmes aclamados e vencedor de dois Oscars, faleceu em Roma, nesta segunda-feira (6), aos 91 anos.

Morricone estava hospitalizado em uma clínica de Roma após sofrer uma queda, na qual fraturou o fêmur.

O músico compôs quase 500 trilhas sonoras (ouça as mais famosas aqui), incluindo temas inesquecíveis como o assovio de "Três Homens em Conflito" (1966), ou o magnífico solo de oboé de "A Missão" (1986). Tem o mérito de ser o autor de melodias que milhões de pessoas, cinéfilas ou não, conhecem ou sabem cantarolar.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO