Recuperados da covid-19 em Ipatinga representam 68,9% dos casos positivos

Divulgação


Secretaria de Saúde divulga que Ipatinga chegou, até o dia 3 de julho, à marca de 1.800 recuperados

A Secretaria de Saúde de Ipatinga divulgou nesse sábado (4) que, dos 2.621 pacientes confirmados com coronavírus desde o início da pandemia, o município chegou até o dia 3 de junho à marca de 1.800 recuperados. O número representa a recuperação de 68,9% dos infectados. A média de recuperados na cidade de Ipatinga é superior aos números a nível de Brasil. Até a última quinta-feira (2), o Ministério da Saúde registrou o total de 852.816 pessoas curadas do coronavírus em todo o país, o que representa 57% dos infectados confirmados positivos.

Para o prefeito Nardyello Rocha, “essa doença tem nos ensinado a viver um dia por vez, e a cada vez mais a confiar em Deus. Mas esta Administração também tem feito a sua parte, nós não temos medido esforços para trabalhar bravamente frente aos desafios impostos pelo coronavírus. Desde o início da pandemia, esse Governo tem investido na área da saúde e buscado alternativas no combate à doença. Esse alto número de recuperados é uma vitória para toda Ipatinga, para os profissionais da saúde que estão na linha de frente, e para todos os outros que contribuem de alguma forma para que juntos possamos vencer os desafios da covid-19”.

A médica infectologista do município de Ipatinga, Carmelinda Lobato, ressalta que a taxa de letalidade pela doença na cidade também está abaixo da média nacional. “Temos muito o que agradecer pela recuperação de todas essas pessoas que conseguiram vencer a covid-19. A recuperação desses pacientes para nós médicos e também para a Administração municipal representa uma vitória muito grande, frente a essa doença que pouco sabemos sobre ela. O município também vem registrando um número de óbitos que hoje chega a 2% em relação ao número de casos positivados na cidade. Essa porcentagem de óbitos é infinitamente inferior à média nacional, que hoje já alcança cerca de 5%”, esclareceu a médica.

Ações

No início da pandemia, o Hospital Municipal contava com dez leitos de UTI destinados para todo tipo de doenças. O município expandiu a estrutura, já nos primeiros meses da chegada do novo Coronavírus, para mais dez leitos de UTI covid-19.

Após a compra dos respiradores, via pregão eletrônico, o município terá capacidade de ampliação para os próximos dias em mais dez novos leitos de UTI.

O mesmo ocorreu com os leitos de enfermaria. De 16, a estrutura foi elevada para 40 no início da pandemia, e o governo já anunciou que o número subirá para 60.

O município também vem realizando a aplicação de testes rápidos, em pessoas sintomáticas, que já foram notificadas pelo médico, assim como em grupos da linha de frente de assintomáticos. Até o momento, mais de 11 mil testes foram realizados.

A Administração municipal, em tempo pré-estabelecido, tem realizado a desinfecção dos espaços públicos, como ruas, praças, pontos de ônibus. Além disso, o trabalho abrange asilos, Unidades Básicas de Saúde, Hospital Municipal e Unidade de Pronto Atendimento.

Outra ação realizada pelo Governo no combate ao coronavírus é a contratação de mais mão de obra. Até o fim deste mês, 200 novos profissionais da área de saúde devem chegar para compor o quadro de servidores. São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e farmacêuticos, entre outros.

Medidas de prevenção

A médica infectologista Carmelinda Lobato reforça que para que o município continue tendo êxito no combate ao vírus, as medidas de prevenção ainda são extremamente necessárias.

“A covid-19 é uma doença para a qual ainda não existe uma vacina e nem um tratamento definido. Por isso a prevenção ainda é a melhor opção. Quem puder, fique em casa, e os que precisarem sair, que se protejam com máscara. Façam a higienização das mãos e evitem aglomeração. Os grupos de risco, que são os idosos, diabéticos e hipertensos, não saiam de suas residências. Se a população continuar contribuindo conosco, vamos triunfar ao fim de tantas batalhas até o controle dessa pandemia”, concluiu.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO