Ipatinga distribui novo ciclo de atividades remotas para alunos da rede municipal

Divulgação


Segundo bloco de atividades foi entregue nesta semana

Das salas de aula para as casas de 20 mil alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. Nesta semana, a administração de Ipatinga realizou a entrega do segundo bloco de atividades remotas para os alunos da rede pública municipal. Elaborado sob medida para cada ano escolar, os impressos contêm temas atuais, escolhidos pelos professores das escolas, a fim de trabalhar, a partir da realidade dos alunos, assuntos relevantes para o aprendizado, informou o governo.

Na Escola Municipal Professora Maria da Conceição Pena Rocha, no bairro Esperança, uma das 47 unidades da rede municipal, as portas estão abertas para e pais e alunos em busca de mais conteúdo para o aprendizado. “No primeiro bloco, nós trabalhamos com o tema dengue. Neste segundo, o tema agora é meio ambiente e o terceiro, que vamos entregar daqui a 15 dias, virá com tema pandemias”, explica a diretora Denise Santos de Oliveira.

Aluna do 8º ano, a Franceli Fernandes da Costa foi de bicicleta para garantir o seu. “Hoje eu vim aqui entregar o primeiro e pegar o segundo bloco de atividades. Estou achando bom, porque, mesmo com as aulas on-line, eu prefiro as atividades impressas. Além de ler mais, a gente aprende e escreve mais também com temas, que são bem atuais. Trazem perguntas e respostas sobre as doenças, ensina a gente também a praticar ações para se prevenir”, conta.
A Secretaria Municipal de Educação informa que investiu recursos e esforços para que os materiais impressos sejam entregues a todos da rede pública. Isso porque, a partir de um levantamento realizado, cerca de 60% das famílias de alunos não têm acesso à internet e/ou computador. Ainda assim, escolas e professores têm se mobilizado para irem além.

“Percebemos que eles estão sentindo falta da escola. O interesse e o entusiasmo com o qual estão resolvendo as atividades e as tarefas extras dadas além do bloco mostram isso, na devolutiva dos trabalhos, em forma de cartazes e fotos. Além disso, foram criados grupos de WhatsApp e Telegram, disponibilizamos todo o material na nossa plataforma online ‘Estude em Casa’, e usamos o Google Classroom. São formas e opções para que os professores pudessem tirar dúvidas dos alunos sobre as atividades enviadas para casa, trazendo-o de volta para o contexto escolar, ainda que seja de forma remota”, completa a diretora.

Keten Oliveira Araújo é mãe do Rafael, aluno no 6º ano. Mesmo em meio às dificuldades impostas pela pandemia do novo coronavírus, ela está satisfeita com a retomada das atividades com o Programa de Aulas Remotas. “Uma iniciativa boa, porque as crianças continuam fazendo os exercícios, praticando, para poderem dar continuidade ao que foi feito no início do ano. A gente tem que trabalhar junto com a criança, porque se deixar só por conta dela, ela não vai querer. Tem que estimular para fazer os exercícios, ser parceira da escola mesmo, até quando tudo isso acabar, pra voltar para a escola de novo”.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO