Cadastro Cultural continua em Coronel Fabriciano

Mais informações podem ser obtidas pelo número 3842-2543, que também é WhatsApp

Divulgação


A iniciativa visa traçar um panorama detalhado do segmento cultural no município

Com a sanção da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, pelo Governo Federal, a Gerência de Cultura de Coronel Fabriciano reforça a importância da realização do cadastro cultural por parte dos artistas da cidade. A iniciativa visa traçar um panorama detalhado do segmento no município, com dados e contatos de profissionais, área de atuação, necessidades da categoria dentre outros.

A lei Aldir Blanc disponibilizará aos municípios e estados, recursos diretos para serem distribuídos aos agentes, espaços e movimentos culturais. O Governo Federal orienta que os agentes, espaços e movimentos culturais, sejam registrados como pessoas físicas ou jurídicas e para que possam se beneficiar destes recursos, estejam cadastrados em alguma plataforma de mapeamento cultural.

Em Coronel Fabriciano, será considerada o Cadastro Cultural, que é feito pela internet no link disponibilizado no site da prefeitura. “É fundamental que artistas, produtores culturais, atores, dançarinos e todos os outros que vivem da arte se cadastrem. O objetivo é formar e manter um banco de dados atualizado e online, de forma prática e acessível, sistematizando as informações para o desenvolvimento de projetos e ações”, destaca a Gerência.

O cadastro também é útil para a construção de indicadores relacionados ao setor e para desenvolvimento econômico de Fabriciano. Por meio dos dados obtidos, a Secretaria poderá verificar os principais aspectos de oferta e demanda culturais, absorvendo parte dos serviços disponíveis em projetos como eventos, feiras, palestras e capacitações, além de promover os artistas locais.

Mais informações podem ser obtidas pelo número 3842-2543, que também é WhatsApp.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO