Permanência de 400 empregos no Hospital Vital Brazil é solicitada por sindicato

Wôlmer Ezequiel


Aguiar dos Santos afirmou que os trabalhadores do Hospital Vital Brazil têm larga experiência e precisam ser mantidos por novo gestor

Faltando dois meses, aproximadamente, para o fim do contrato de gestão da Sociedade Beneficente São Camilo no Hospital Vital Brazil, em Timóteo, ainda há preocupação com o futuro dos trabalhadores da unidade. Dessa maneira, o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindess) enviou uma solicitação à direção do Hospital Vera Cruz - que assumirá em setembro o Vital Brazil - para que cerca de 400 empregados sejam mantidos após a transição entre os gestores.

Na solicitação assinada pelo presidente do Sindess, Aguiar dos Santos, é destacado o cenário atual provocado pelo novo coronavírus (covid-19), que causou sérios impactos políticos, sociais e econômicos no país. “Em nosso caso específico, temos o medo do desemprego, que gera uma série de problemas para os trabalhadores prejudicados, suas famílias e, consequentemente, toda a sociedade”, destacou.

O presidente do Sindess também ressaltou na solicitação que os trabalhadores do Hospital Vital Brazil têm larga experiência, com perfil já aprovado pelo tempo de trabalho e que contribuíram para as conquistas da Sociedade São Camilo na cidade de Timóteo. “Essa é a prova irrefutável da capacidade e do currículo desses trabalhadores, que ora submetemos à nova instituição para aproveitamento dos mesmos. Portanto, solicitamos a manutenção do emprego dos referidos trabalhadores e trabalhadoras”, afirmou.

Novo gestor

No dia 5 de junho foi anunciado que o novo mantenedor do Hospital e Maternidade Vital Brazil (HMVB), em Timóteo, será o Hospital Vera Cruz. Até então, o hospital era gerenciado pela Sociedade Beneficente São Camilo, que anunciou no início deste ano que não iria renovar o contrato de gestão, que vence em setembro, e que devolveria o imóvel à Aperam South America, sendo que desde 1992 o hospital funciona por meio dessa parceria.

Já o hospital Vera Cruz foi fundado em 9 de abril de 1949, pelos médicos Ajax Rabello, Sylvio Miraglia e Figueiredo Starling o Hospital Vera Cruz, em Belo Horizonte. Em 1952, o Hospital realizou o procedimento cirúrgico que virou um marco histórico na medicina mineira: a primeira cirurgia cardíaca em Belo Horizonte.

Pronunciamento

No dia do anúncio, o presidente do Hospital Vera Cruz, Ernane Bronzatti, garantiu à imprensa que o Vital Brazil vai manter os atendimentos por Sistema Único de Saúde (SUS), além de convênios e planos particulares, e que não há previsão para demissões de funcionários. “Não temos nenhuma meta de demissão para funcionário. Claro que quando uma gestão nova chega, vai fazer sua avaliação do ambiente de trabalho, mas à medida que formos trabalhando, aqueles que se adequarem, serão bem-vindos à nossa equipe”, afirmou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO