Ipatinga realiza mais de mil testes rápidos em profissionais de diversos segmentos

Divulgação


A testagem começou ontem e seguirá até a próxima terça-feira, 7 de julho

Será mantida até o dia 7 de julho a testagem de milhares de profissionais de variados segmentos no município de Ipatinga. A iniciativa tem caráter preventivo e busca identificar com mais exatidão o nível de circulação do novo coronavírus na cidade e também os eventuais focos de contágio da doença, informa a administração municipal.

Para a realização do teste rápido se utiliza uma amostra de sangue, e o resultado pode ser verificado poucos minutos após a coleta de material.

Conforme programação, estão incluídos para a testagem neste momento os profissionais das forças de segurança como policiais militares e civis e Corpo de Bombeiros, além de juízes e promotores da comarca.

A administração municipal também aplicará o teste rápido nos fiscais lotados nas Secretarias de Serviços Urbanos e Meio Ambiente e Obras. Também serão contemplados os catadores de papeis recicláveis, garis e pessoas em situação de rua.

O prefeito Nardyello Rocha ressalta que Ipatinga é, atualmente, a cidade de Minas e até mesmo do Brasil que mais realiza a testagem para detectar a presença do coronavírus. “Seja teste rápido, RT-PCR ou qualquer outro tipo de exame, a cidade de Ipatinga já realizou até o presente momento quase 11 mil testes para a confirmação ou não da covid-19. Isso significa que hoje o município vem conseguindo trabalhar com um mapa real dos números de infectados. Quando o governo decide realizar uma força-tarefa para testagem de assintomáticos da linha de frente, sejam eles profissionais da saúde, da segurança pública ou até mesmo os nossos fiscais, garis e catadores de papel reciclável, é uma forma de garantir que essas pessoas que também não pararam de trabalhar não estão infectadas e continuam aptas para prestarem os seus serviços à sociedade. Não me canso de falar que a cidade de Ipatinga não irá pecar por omissão. Vamos fazer tudo aquilo que estiver ao nosso alcance para o combate do vírus”, disse o prefeito.

Início da programação

Nesta terça-feira, as equipes de saúde iniciaram as testagens a partir das 8h. Os primeiros grupos abordados foram os militares do Corpo de Bombeiros, juízes, promotores e fiscais da Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente.

O representante dos bombeiros, tenente Leonardo Dias Schirm, disse que a iniciativa de testagem dos militares foi de grande valia. Cerca de 85 profissionais realizarão os exames no grupamento.

“Já é um procedimento do Corpo de Bombeiros a realização do teste para militares que apresentam sintomas da doença e, por sua vez, o afastamento destes profissionais se preciso for. Mas o fato de testarmos toda a corporação, mesmo aqueles assintomáticos, traz uma segurança para a população que diariamente é assistida por nós e também para o próprio bombeiro, que tem a certeza de não estar portando a doença até aquele momento”, disse o tenente.

Profissionais da Saúde

Além destes novos grupos de pessoas que passarão pelo teste, a administração municipal, pela segunda vez, em pouco mais de um mês, também realizou no fim de junho a testagem de covid-19 de cerca de 2.500 profissionais que compõem a linha de frente da área da Saúde.

A realização desta força-tarefa para a testagem destes profissionais só foi possível após o município adquirir 10 mil kits de testes rápidos para detecção do coronavírus. Os testes serão usados para checagem das condições de saúde principalmente nas forças de segurança e profissionais da linha de frente ao combate à covid-19. Também serão aplicados em pessoas abrigadas em asilos, detalhou o governo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO