Doença Sem Cura

Wanderson Monteiro *

Desde o início as doenças têm atingido a humanidade. A criação das cidades e o crescimento populacional facilitaram a propagação das doenças levando assim às epidemias, e às pandemias. Muitas epidemias e pandemias que assolaram o mundo causaram grandes impactos e transformações, e são conhecidas até hoje, como a pandemia de peste bubônica, a Peste Negra, que assolou a Europa na Idade Média, dizimando 1/3 da população europeia, sendo considerada como uma das maiores pandemias da humanidade. Como uma pandemia a nível mundial, podemos citar a Gripe Espanhola, uma mutação do vírus Influenza, que assolou o mundo em 1918 e 1919, levando, pelo menos, 50 milhões de vítimas à óbito. Ainda podemos citar, as pandemias de Ebola na África, Sars, Aids, Varíola, Cólera, entre outras, que mudaram o mundo e a forma como a humanidade passou a enxergar as doenças.

Atualmente, estamos passando por uma nova pandemia que, assim como as epidemias e pandemias citadas acima, mudará o mundo no qual vivemos. O mundo pós Coronavirus será muito diferente do mundo pré Coronavirus, e todos nós precisaremos nos adaptar às mudanças, e nos preparar para elas.

Em meio a todos os problemas causados pelas epidemias e pandemias, alguns sentimentos se destacam e se sobressaem, alguns bons e outros ruins. Entre todos eles, um sentimento sempre se destaca e se sobressai: o egoísmo. Não tem sido diferente na atualidade.

Desde o início da pandemia vimos inúmeros atos de egoísmo realizados pelas pessoas em todo mundo: desde compras exageradas e desnecessárias, a descomprimento de recomendações, leis, regras e decretos.

Em meio a crise e a todos os problemas causados pela pandemia, ainda temos que lidar com ações irresponsáveis de muitas pessoas, temos que lidar com o aumento abusivo de preços, com o cabo de guerra ideológico, com a incompreensão provocada pelo egoísmo daqueles que só pensam em si mesmos, com a falta de empatia tão amplamente demonstrada por grande parte da população...

Infelizmente, a humanidade está enferma. O mundo está enfermo. E não é somente por causa do Coronavirus. O egoísmo de alguns também é uma doença que afeta a muitos, e ele também pode causar a morte, e para essa doença, tão arraigada na natureza humana, a indústria farmacêutica nunca encontrará a cura.

Já estamos passando por problemas demais, não podemos deixar que nosso egoísmo, falta de empatia, e incompreensão se juntem a eles, colocando, assim, a vida de todos em risco.

* Bacharel em Teologia pelo ICP - Instituto Cristão de Pesquisas. dudu.slimpac2017@hotmail.com
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO