Integrante do ''Bonde do Manoel Maia'' é preso no ES

Homem é considerado o ‘gerente’ da facção criminosa que age em outras regiões de Minas Gerais, além do Vale do Aço

Divulgação


Operação foi deflagrada com participação de policiais mineiros e capixabas em Serra (ES)

Uma operação conjunta da Polícia Civil de Minas Gerais e do Espírito Santo resultou na prisão de um homem de 34 anos, de Coronel Fabriciano. Ele é suspeito de integrar umas das facções criminosas que agem no Vale do Aço. A operação Calcanhar de Aquiles foi deflagrada no litoral de Jacaraípe, no município de Serra, no Espírito Santo.

Segundo informações da PC capixaba, repassadas para a imprensa, o homem, que não teve o nome divulgado, é apontado como gerente de uma facção criminosa em Fabriciano, e cuidava da parte financeira da organização. O criminoso fugiu para o Espírito Santo para evitar de ser morto por rivais.

Glaydson de Souza, delegado da Polícia Civil em Manhumirim, na Zona da Mata mineira, informou que o grupo movimentou, no último ano, mais de R$ 1 milhão. “Essa é uma organização bem estruturada que já foi alvo de outras operações e que continua atuando fortemente na distribuição de drogas para o Vale do Aço. Ele vendia essa droga para traficantes menores, que depositavam na conta dele e depois ele distribuía o dinheiro para os demais”, detalhou.

A Justiça, a pedido da PC de Minas, autorizou o bloqueio de contas bancárias com mais de R$ 140 mil do investigado, dinheiro proveniente do tráfico. “Parte desse dinheiro estava na conta dele e parte na conta de uma ‘laranja’, que vive na região metropolitana de Belo Horizonte”, informou o delegado à imprensa.

As investigações entre os dois estados tiveram início com a prisão de traficantes na cidade de Manhumirim. Os policiais identificaram os fornecedores e a quadrilha que comandava as ações, chamada “Bonde do Manoel Maia”, sediada em Coronel Fabriciano e responsável por diversos crimes violentos na cidade.

Os policiais apreenderam na casa do traficante, em Jacaraípe, um passaporte em nome dele. Conhecido no bairro apenas como Mineiro, o homem morava no bairro litorâneo havia mais de um ano.

Além do cumprimento do mandado de prisão em Serra, os policiais da operação Calcanhar de Aquiles fizeram diligências também nas cidades de Contagem e Coronel Fabriciano. Quinze agentes participaram da operação, dentre eles, cinco de Minas Gerais.

O delegado chefe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vitória (ES), Romualdo Gianordolli, informou que o homem preso em Serra morava com a família e ainda não foi descoberta nenhuma relação dele com o tráfico no estado. Depois da operação, o suspeito foi levado para a DHPP e encaminhado para o sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça de Minas Gerais.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO