''Aqui o governador Zema não manda'', afirma Marcos Vinícius

Prefeito de Fabriciano diz que cidade não será fechada e critica postura do governo do Estado

Wôlmer Ezequiel


Marcos Vinícius Bizarro lembrou que a doença não veio tirar férias no Brasil

Durante a entrevista de apresentação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas, ocorrida na manhã desta quinta-feira (25), o prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinícius Bizarro (PSDB), afirmou que o município não irá parar por causa do novo coronavírus (covid-19). A afirmação foi baseada numa entrevista do governador do Estado, Romeu Zema (Novo), que falou sobre lockdown (fechamento total) e jogou a responsabilidade de fechar ou não as cidades para os prefeitos. Bizarro assegurou que Fabriciano não será penalizado.

Questionado sobre um possível fechamento, o prefeito destacou que vê o Estado com falas lamentáveis, desde o início da pandemia, com falas e decretos, em que o governador “não tem coragem de assinar o nome nas deliberações”. Marcos Vinícius frisou que este é um governo em que não se pode confiar. “Se a gente sabe que o isolamento social é para preparar o sistema de saúde, o que adianta ficarmos isolados à essa altura do campeonato, onde estamos entrando no quarto mês da pandemia do Vale do Aço? Para ficarmos mais 14 dias isolados sem nenhum investimento em saúde?”, questiona.

Ele acrescenta que está aberto ao diálogo e que tem participado de reuniões, como da Agência Metropolitana, assim como Ministério Público e etc., mas que a cidade não pode ser penalizada, porque desde o momento em que a administração teve conhecimento da doença, investiu em saúde. Relatou ter ampliado dez leitos, em seguida mais dez e com capacidade para mais 100.

“Podemos chegar a 120 leitos. Qual o motivo deu eu ser penalizado? Fabriciano não aceita. Querer falar em lockdown onde prejudica somente uma categoria? O que é serviço essencial? Aquilo que garante o sustento. Tínhamos de ter discutido isso lá em março, quando disse que estava errado parar tudo, encerrar as aulas, deveríamos fazer isso agora. Mas fizeram um tumulto danado e não compreenderam o que estava acontecendo. Enquanto não deixar para os médicos cuidarem da doença, vamos morrer de outras coisas. Já estão morrendo. Tivemos um casal de idosos aqui, que morreram e que estavam isolados, não estavam indo pra lugar nenhum. O filho levou a doença pra eles, que trabalha em serviços essenciais”, exemplificou.

Covid

Sobre a covid-19, Bizarro lembrou que a doença não veio tirar férias no Brasil e que devemos aprender a conviver com ela e respeitá-la. Disse ainda que é inevitável sermos contaminados por ela e que 90% não terão nenhum sintoma.

Segundo o prefeito, a razão de se falar em isolamento é para esconder embaixo do tapete que não tem saúde e que as máscaras estão caindo, onde não tem saúde as pessoas estão morrendo ainda mais. “Nos municípios pequenos há preocupação em fazer o feijão com arroz, cuidar da atenção básica. Mas os de médio e de grande porte, infelizmente, não investem em atenção básica. E quem está vindo a óbito são os pacientes crônicos. Estou aqui no Vale do Aço há 20 anos, o sistema de saúde daqui sempre foi colapsado. Se eu mostrar para vocês o número de óbitos de 2018 e 2019 por mês, comparando com 2020, tivemos redução de mais de 40% de óbitos em Fabriciano. Isso porque estão cuidando, o hipertenso está tomando o remédio, até dobrado, se cuidando, assim como o diabético. Isso está ajudando. Não estamos tendo cirurgias eletivas. Os crimes violentos também diminuíram. ‘Ah, mas estão morrendo de covid’, gente, covid é a cereja do bolo, estão morrendo de outras patologias”, afirma.

Respeito à doença

O prefeito reiterou que é preciso respeitar a doença. Não adianta falar em isolamento nesse momento, sem falar em investimento na saúde. Nesse cenário, daqui a 20 dias o assunto será o mesmo, fechamento. “Eu não fecho nem mais um dia, porque o meu sistema de saúde que preparei para covid está ocioso. Por que Fabriciano vai ser penalizado por quem não trabalhou? Não vou penalizar Fabriciano em nem mais um minuto. A saúde depende da economia. Quem vai pagar médico, insumos? O Estado não manda dinheiro e quer fechar, de onde vou tirar dinheiro para sustentar isso e continuar com hospital aberto? Aqui o governador Zema não manda, respeito ele, apesar de que não cumpriu com sua palavra, pegou na minha mão e disse que até dia 30 de março colocaria no hospital Dr. José Maria Morais dez respiradores e depois mais 20 e não mandou nem um dormente. Eles não querem investir em saúde e não vão. Fabriciano está tranquilo e só vamos fechar no dia em que a saúde disser, por causa de capacidade do hospital e etc., mas será fecha tudo. Ninguém trabalha”, adiantou.

Por fim, o prefeito voltou a dizer que não acredita em contrapartida nesse caso e que a dívida do Estado com o município é de quase R$ 60 milhões. “Estou desde 2017 sustentando o Estado, pagando tudo, polícias, bombeiros e etc., vou acreditar num governo desse que não cumpre com nada?”, concluiu.


''Aqui o governador Zema não manda'', afirma Marcos Vinícius
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Zé das Couve 05 de julho, 2020 | 20:10
Tanto Ipatinga quanto Timoteo possuem empresas de grande porte que garantem as receitas do Município. Cel. Fabriciano NÃO !!!! Fechar o comércio é pedir falência da cidade, alias, lockdown demonstra ser ineficiente para combater o Covid. Sem economia não tem saúde. Muito bom prefeito, não sou de esquerda ( PSDB é de esquerda sim), porem o sr. está muito mais coerente do que muitos direitistas por ai.
Wagner Martins da Rocha 28 de junho, 2020 | 10:47
Totalmente Bizarro!
Cristina 27 de junho, 2020 | 19:04
O governador precisa Zema precisa se preocupar com o Estado inteiro, não somente uma cidade.
Com a epidemia é desnecessário e imprudente criar brigas e desmerecer o governador.
Muitos aplaudem porque acreditam que este embate é a melhor forma de resolver as coisas, mas todos tem a quem prestar contas. O STF negou a volta às aulas em Coronel Fabriciano. Isto prova que nem tudo que se quer fazer é aceitável por instâncias superiores.
As mortes estão ocorrendo em todo Vale do Aço. Pensar isoladamente não vai resolver nada.
Mary Matoso 27 de junho, 2020 | 10:32
É prefeito, que coisa difícil. Vc mostra coisas lógicas e ao mesmo tempo critica e acusa o governador, colocando as pessoas no seu patamar.
Li o comentário da funciona pública. Parabéns a ela que teve a coragem de falar a verdade estando positivos para o Covid19.
Fabriciano anda escondendo infectados?
Ou será que só a aglomeração de inauguração da praça, por exemplo, não contamina?
Será que o vírus só age nas cidades vizinhas como Ipatinga que tem feito os testes?
Eis mais um político politizando a pandemia.
Gostava muito deste prefeito.
Vejo que ele quer ganhar de qualquer jeito.
Deveria parar de brigar com os demais prefeitos da região.
Somos uma região. Um município depende do outro.
Esta rivalidade e ataques são bizarros.
O Chico Doido deveria procurar resolver a situação na justiça e o Bizarro também não deveria ficar de picuinhas, pois é um bom prefeito.
Muita politicagem bizarra!
Edson Bonifacio Goncalves 27 de junho, 2020 | 08:59
Tenho negocios em Timoteo ; Admiro o Marcus vinicius ! Gostaria de ter o privilegio , hoje , de morar em Fabri !
Filisminu 27 de junho, 2020 | 08:44
O prefeito está corretíssimo. Fechou o Shopping, os cinemas e condomínios de luxo de Fabriciano. Parabéns.
Wiliam José Tomaz 26 de junho, 2020 | 23:40
Por mais que queiramos criticar as atitudes do prefeito, devemos levar em consideração isso: ele não tem a sua disposição uma forma de obrigar cada cidadão da cidade a cumprir com as normativas todas de segurança individual - que é de responsabilidade única e exclusiva dos cidadãos. Quem valoriza a vida, se cuida -independentemente daquilo que o poder público determina. Abrir a guarda de suas defesas, e ficar depois procurando culpados, é coisa de gente imbecil e irresponsável.
Rick 26 de junho, 2020 | 16:59
é muito fácil mandar ficar aberto e usar uti de outro municipio.
Ademir Ribeiro de Araújo 26 de junho, 2020 | 16:05
Realmente o senhor tem razão, ele não manda aí só nao, manda em todo estado de Minas Gerais e o senhor principalmente sendo médico onde fez um juramento em salvar vidas deveria pensar primeiro na vida e deixar de politizar neste momento difícil que as pessoas estão passando, a única coisa que o senhor está pensando é na economia.
Telma 26 de junho, 2020 | 14:57
Parabéns, prefeito Marcos Vinícius! Precisamos dos cuidados essenciais, cuidando de si e dos outros e vida que segue. Precisamos respeitar a doença que existe, mas não temos que parar o mundo. Países que pararam não evitou as mortes, países que não pararam também não. Vamos nos cuidar e evitar outras mortes, como por depressão e fome.
Cidadão 26 de junho, 2020 | 14:21
Esse sujeito deveria ler e saber que governador manda mais que prefeito. Quero saber se alguém fará algo se essa epidemia ficar fora de controle.
Itamar 26 de junho, 2020 | 14:09
Concordo plenamente com este prefeito
Uberlandia precisa de um prefeito assim
Só Sei Que Nada Sei... 26 de junho, 2020 | 12:48
"Isso tudo pra mim tá parecendo mais um Circo...e todos nós servindo de Palhaços!"...
José da Silva Miranda 26 de junho, 2020 | 12:28
O prefeito está queimando seu filme trazendo o bandido do Aécio Neves para sua campanha. O Zema é o melhor governador do Brasil. Se o prefeito quer peitar o governador que seja responsável pelos seus atos!
Jose de Souza 26 de junho, 2020 | 12:28
Parabéns Prefeito! excelente e sábia decisão, pois o vírus já circulou a essa altura o isolamento é totalmente inútil, colocar as pessoas trancadas em casa poderá resultar no mesmo erro da Itália, ou seja, como não serão feitos testes em toda a população, as pessoas ficarão trancadas com pessoas assintomáticas o que poderá resultar numa explosão de contaminados, ademais, o isolamento não pode ser eterno mas somente para dar tempo para o Poder Público prover leitos de internação. Agora é tentar salvar o sustento das famílias, pois quem tenda renda garantida poderá ficar em isolamento junto com o grupo de risco, o resto é trabalhar.
Zoio de Zoiar 26 de junho, 2020 | 12:02
" Aqui o Governadoe Zema não manda ", essas foram as palavras do Prefeito Bizarro. Mas ele esqueceu que o Ministério Público manda e desmanda ao bel prazer. É só o MP despachar uma ordem e ele o Prefeito vai ter que acatar. Ele finge que manda e nos fingimos que acreditamos.
Marcos 26 de junho, 2020 | 11:16
Parabéns Prefeito. Os cidadãos de bem do Vale do Aço tem uma dívida de gratidão com o senhor. Se não fosse por este homem, que tem culhões, o Vale inteiro estaria fechado. Todos os dados que ele citou são públicos e notórios e a turma histérica insiste no irracional (lockdown). Recentemente o JP Morgan divulgou um estudo em que diz que o lockdown tem potencial de causar mais mortes por problemas econômicos que gera, do que o próprio vírus chinês. Neste caso o remédio é pior que a doença. (https://relevante.news/internacional/lockdown-e-mais-devastador-do-que-covid-19-afirma-estudo-do-j-p-morgan/)
Depois que passamos a utilizar o protocolo da hidroxicloroquina no tratamento aos primeiros sintomas, o número de recuperados no Brasil já superou o dos EUA.(https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-brasil/2020/06/25/brasil-assume-primeiro-lugar-em-numero-de-recuperados-de-covid-19.htm)
Não aceite ser enganado. Estamos ganhando essa briga contra a doença. Tem muita autoridade e mesmo médicos com a visão turvada por causa de viés político. Acordem!
Eduardo Gomes 26 de junho, 2020 | 11:13
tem que dar um premio de sabedoria para o prefeito de fabriciano.
paraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaabeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeennnnnnnnnnnnnsssssssssssss
PREFEITO CABRA MACHO, TA FALTANDO GESTOR DESTA QUALIDADE
Jose de Souza 26 de junho, 2020 | 10:47
Parabéns Prefeito! excelente e sábia decisão, pois o vírus já circulou a essa altura o isolamento é totalmente inútil, colocar as pessoas trancadas em casa poderá resultar no mesmo erro da Itália, ou seja, como não serão feitos testes em toda a população, as pessoas ficarão trancadas com pessoas assintomáticas o que poderá resultar numa explosão de contaminados, ademais, o isolamento não pode ser eterno mas somente para dar tempo para o Poder Público prover leitos de internação. Agora é tentar salvar o sustento das famílias, pois quem tenda renda garantida poderá ficar em isolamento junto com o grupo de risco, o resto é trabalhar.
Janaina 26 de junho, 2020 | 10:30
Parabéns prefeito. Enfim uma resposta sensata.
Temos que aprender a conviver com a doença tomando as devidos cuidados e a vida continua.
BH está quebradndo e o prefeito daqui, (sem palavras p descrever) SÓ DECEPÇÃO
Alan de Minas 26 de junho, 2020 | 09:52
Aprende Nardiiii....
Rosa 26 de junho, 2020 | 09:50
Marcus Vinícius como todo político está politizando a pandemia, como Fabriciano não tem indústrias é uma Cidade que vive do comércio então ele n quer perder as eleições, e ao que tudo parece é um bolsonarista é contra fechamento, até o momento Fabriciano apresenta índices realmente menores que as outra Cidades, só espera pela população que assim continue, mas isto não tem nada haver com erros e acertos da administração e sim com o fato do nível de contágio estar mais leve em Fabriciano, talvez pela população estar cumprindo os protocolos de isolamento em casos de suspeito, mas muito feio se vangloriar de tudo estar "bem" no seu município, total falta de respeito com a população dos municípios do entorno, espero que futuramente n tente nenhum cargo eletivo em outras esferas que não a Municipal, pois vamos nos lembrar dele.
Rodrigues 26 de junho, 2020 | 09:19
O nome deste prefeito já diz tudo: BIZARRO.
Durce 26 de junho, 2020 | 08:46
Parabens, Sr prefeito eu nao votei no Senhor mas, sua atitude esta correta, nao temos que pagar por irresponsabilidade dos outros,se cada um cuidar de si usando as mascaras necessarias todos venceremos., nosso governador tem muito que aprender ele é novo vai aprender,se continuarmos em casa vamos morrer de qualquer jeito fome ou depressao.
Rui 26 de junho, 2020 | 07:27
Essa atitude do prefeito prova pq somos terceiro mundo caminhando a passos largos para o quarto.
#ficaemcasa 26 de junho, 2020 | 02:56
Apesar do bom trabalho que o Marcos Vinicius está fazendo em Fabriciano ele tem atitudes muito irresponsáveis em relação a pandemia, a cidade tem 471 casos confirmados, 7 óbitos e o prefeito resolve da motivo para a população aglomerar inaugurando pracinha e a upa, não dá pra defender este senhor...
#ficaemcasa 26 de junho, 2020 | 02:54
Apesar do bom trabalho que o Marcos Vinicius está fazendo em Fabriciano ele tem atitudes muito irresponsáveis em relação a pandemia, a cidade tem 471 casos confirmados, 7 óbitos e o prefeito resolve da motivo para a população aglomerar inaugurando pracinha e a upa, não dá pra defender este senhor...
Karla Castro 25 de junho, 2020 | 23:48
Parabéns Sr. Prefeito de Coronel Fabriciano Dr. Marcos Vinícius pelo seu trabalho e transparência. Arrependo de ter votado no Romeu Zema, meu voto ele jamais terá. Não faz sentido tentar transformar Minas em uma mini São Paulo
Bruno 25 de junho, 2020 | 23:45
Isso aí prefeito tem meio apoio ou fecha tudo ou fecha nada
Não adianto nada em Ipatinga os tal serviços essencial que eles estão falando as porta fica lotada as lojas de moto .bicicleta . Tudo fluindo normal com fluxo e aglomeração cadê a lei cadê as multas cadê aquilo é outro
Isso tá virando é palhaçada já com as pessoas ou fecha tudo ou fecha nada
Vagner 25 de junho, 2020 | 23:35
Este ae tem meu respeito!!!
Marta 25 de junho, 2020 | 23:08
Sou professora da rede municipal de Coronel Fabriciano. Eu e meu marido tivemos contato com uma pessoa próxima que testou positivo para o Covid-19, Domingo dia 21/06, procuramos a UBS do centro e simplesmente nos mandaram para casa, dizendo que poderíamos trabalhar normalmente, pois não tínhamos sintomas.
A empresa onde meu marido trabalha exigiu que ele fizesse o teste. Como minha mãe mora em Timóteo, procuramos ajuda e os dois testamos positivo.
Então senhor prefeito, a saúde em Fabriciano está mesmo excelente.
Oliveira 25 de junho, 2020 | 22:20
Sr Bizarro. Eu moro hoje em Ipatinga, porém eu voto ainda em Cel Fabriciano. Sr BIZARRO o senhor tem o meu voto: NÃO E NÃO. VOTO CONTRA O SENHOR BIZARRO. AGUARDE: TCHAU QUERIDA!!! A SUA HORA VAI CHEGAR!!!
88 25 de junho, 2020 | 21:19
Falou umas boas verdades pra alguns ouvir,prefeito resumiu tudo,vírus não veio passar férias,acordem pra vida. Parabéns
Zw 25 de junho, 2020 | 20:51
Jacu em falar istoo

José Antônio da Silveira Drumond 25 de junho, 2020 | 20:22
No meu entendimento o seu pensamento e as suas atitudes estão corretíssimas Sr. Dr. Prefeito Marcus Vinicius. Gostaria no entanto de alertar ao Senhor para o fato de que alguns Fabricianenses insistem em não utilizar as máscaras tão necessárias para conter a disseminação do vírus sob o argumento de que "Deus é maior e salva", numa ignorância total. Poderia Sr. Prefeito determinar uma fiscalização localizando tais pessoas estimulando-as ao uso da peça tão necessária, sem uso entretanto de nenhuma "força ignorante".
Leandro Ferreira Campos 25 de junho, 2020 | 19:59
O Dr. Marcos merece todo meu respeito e admiração, ele está fazendo a diferença frente a essa pandemia. O povo fabricianense te apoia prefeito e estamos juntos meu Irmão! Parabéns por tudo!!
Vinicius 25 de junho, 2020 | 19:58
Parabéns ao prefeito !!!
Joanas 25 de junho, 2020 | 19:38
Nao adianta ignorancia sr. Prefeito ou faz as coisas certa ou muitos vao pagar com a propria vida. O virus tai e se nao cuidar e tudo que ele precisa pra alastrar.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO