Informações sobre vítimas da covid em Fabriciano serão restritas

Divulgação


A medida, segundo o governo municipal, visa preservar a identidade do paciente e seus familiares

Por meio de nota enviada à imprensa no início da tarde desta terça-feira (23), a Secretaria de Governança da Saúde de Coronel Fabriciano informou que não divulgará dados pessoais (idade, sexo e endereço) – de pacientes confirmados com o novo coronavírus e vítimas da doença. A medida, segundo o governo municipal, visa preservar a identidade do paciente e seus familiares, evitando transtornos e até situações de preconceito que alguns relataram ter sofrido mesmo após cumprir a quarentena e cura da doença.

“Reiteramos que todos pacientes confirmados recebem o tratamento adequado em conformidade com os protocolos de órgãos oficiais de Saúde, inclusive, os sem gravidade e seus familiares em que é recomendado o isolamento domiciliar mínimo de 14 dias. Neste caso, o paciente é acompanhado por equipes da saúde, que dentre várias medidas, realizam ligações telefônicas a cada 48 horas para avaliação do quadro”, detalhou o governo na nota, acrescentando que continuará a divulgar os dados epidemiológicos por meio de boletins diários.

Número de hoje

No boletim epidemiológico divulgado pelo governo local nesta terça-feira (23), o município registrou mais dois óbitos em decorrência de complicações por covid-19. Com isso, Coronel Fabriciano soma agora seis óbitos pelo novo coronavírus.
Ainda segundo o boletim, o município possui 423 casos confirmados para a doença, 9 pessoas internadas no Hospital Dr. José Maria Morais, 83 em isolamento domiciliar, 285 casos suspeitos em investigação e 326 recuperados.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Fabi 24 de junho, 2020 | 20:22
mentira,que a pessoa com suspeita é acompanhado,que liga a cada 48 horas é principalmente ,ñ procura saber se o outros familiares estão bem.pode set que faz isso para alguns,não para todos .porque acha alguns pra falar que faz é ta bom.experiência própria,
Carloman Siquém dos Santos 24 de junho, 2020 | 19:46
O prefeito com todo respeito a você e a cidade onde morei queria tanto saber a idade e o sexo do falecido da cidade espero q meu irmão não esteja nesta sua contagem , eu quero nem pensar q meu irmão esteja na sua contagem ok pq vou desmarcar vc ok
Afonso Ferreira de Siqueira 24 de junho, 2020 | 08:25
É seguinte pra quem tá falando que a culpa e do presidente tá mal informado pois o STF decidiu que governadores e prefeitos tomariam todas decisões . E sobre a palavra "Gripezinha" o Dr Drauzio Varella disse a mesma coisa e ainda disse que não ia matar ninguém , falou também que poderíamos sair normalmente sem se preocupar . E aos maus informados procure informações em locais de confiança pois o governo tem tomado várias medidas para apoiar a luta contra o corona vírus .
Osvaldo Silva 24 de junho, 2020 | 03:40
O grande responsável em parte e este presidente maluco que menosprezou o vírus , dizendo que era só uma gripizinha! Hoje já superamos a marca dos cinquenta mil! Preocupado em omitir as falcatruas dos filhos e menosprezando o vírus sequer temos alguém de competência no ministério da saúde! Colocou lá um pau mandado , que está igual cego no tiroteio , não toma nenhuma diretriz, enquanto isto com este desgoverno o povo vai se infectando e morrendo ! Deus queira que apareça uma vacina , senão o genocídio vai ser grande!
Irnac Valadares da Silva 23 de junho, 2020 | 21:52
A administração de Coronel Fabriciano esta agindo igualmente o governo federal, e feri os princípios da transparência na tentativa de omitir da população e imprensa, informações pertinentes que possibilite aos mesmos medidas preventivas.
Meu Deus que absurdo, inadmissível esta proposta criará uma enorme confusão, e possivelmente poderá aumentar o risco a terceiros e novos aparecimentos de outros casos.
A municipalidade deveria melhor as informações contidas neste boletim, informando a partir de agora os setores da cidade onde se encontra um maior índice de surgimento de casos já dectados, melhorando e ou ampliando a testagem da população.
???
Mario 23 de junho, 2020 | 19:45
Valeu prefeito Marcos Vinícius, parabéns, dando show de administração, melhor de todos tempos.
E olha que sou da época do Rufino.
Dando aula para outros prefeitos da região.
Prefeito de ipatinga tem de pegar umas aulas......

Dia sim dia não de comercio aberto é forçar a concentração de pessoas. Difícil entender isso?
Prefeito de ipatinga daqui a pouco vai querer fazer rodizio de automóveis, tipo prefeito Covas das covas, forçando povo pegar coletivos. E para complicar vai reduzir numero de horário dos ônibus.
Priscila Maria dos Reis Silva 23 de junho, 2020 | 19:38
O prefeito já deixou de ser médico, só pensa em política e em inauguração, nos votos que vai ganhar com isso. E a população inresponsavel toda nas ruas sem as medidas necessárias e com o apoio daqueles que deviam estar fiscalizando, para que o problema fosse amenizado ??
Geraldo Magela Vieira 23 de junho, 2020 | 17:06
Nenhuma novidade nesta ação do prefeito de Coronel Fabriciano, que no meu ponto de vista já deveria ser cassado devido as ações que vem tomando. E podem esperar mais e mais obtidos (infelizmente) na nossa querida Coronel Fabriciano, fruto de uma gestão irresponsável, em total desprezo com saúde da população, visando apenas a economia e isto tudo porque o prefeito é médico, imaginem se não fosse????

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO