Comércio se adapta e segue regras contra a covid-19

Emmanuel Franco


O uso de máscaras e álcool em gel e o distanciamento adequado nas filas eram alguns dos muitos cuidados observados nas lojas

O segundo dia de reabertura do comércio não essencial em Ipatinga, nesta segunda-feira (22), foi marcado por ruas menos movimentadas e empresários atentos aos protocolos de saúde contra a disseminação do novo coronavírus (covid-19). Na última quinta-feira (18), o governo municipal publicou um novo decreto (nº 9.354) permitindo o funcionamento do setor às segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 18h. Clientes, comerciantes e comerciários usando máscaras, frascos de álcool em gel espalhados nas lojas e o distanciamento adequado nas filas são alguns dos muitos cuidados que estão sendo observados diariamente nas empresas.

Luciano Monteiro, diretor comercial nas lojas Tenda, explica que não só em Ipatinga, mas também nas outras unidades da empresa (Teófilo Otoni, Governador Valadares, Montes Claros e Caratinga) estão sendo seguidos à risca todos os protocolos de saúde. “Além do uso obrigatório de máscaras, implantamos um revezamento em escalas das nossas equipes. Também temos tido uma atenção maior no que diz respeito à limpeza”, afirma, acrescentando que “seria ainda melhor se houvesse ampliação dos dias e horários de funcionamento, pois apesar de a população estar mais consciente e saindo de casa somente quando necessário, um tempo maior para as compras também traria mais segurança a todos”.

Expediente reduzido

Para Vitor Oliveira, sócio-administrador na loja Kim & Kris, o comércio se adaptou rapidamente às novas condições de reabertura. “Mesmo os empresários tomando todos os cuidados, os horários adotados não estão ajudando, pois ao invés de diminuir a quantidade de pessoas, o expediente reduzido aumenta o fluxo de clientes e dificulta a manutenção de segurança de todos”, ressalta.

Cuidados

José Maria Facundes, presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Bens e Serviços (Sindcomércio) do Vale do Aço, lembra que os principais infectologistas do país têm reiterado que o novo coronavírus é transmitido a partir de gotículas expelidas pelo nariz e boca, que podem ficar suspensas no ar ou grudadas em superfícies. “Sabemos que, antes de colocar a máscara, é necessário higienizar as mãos. Ao consumidor, sugerimos que evite tocar em tudo nas lojas e, quando chegar em casa, limpe as embalagens e os produtos antes de guarda-los”, recomenda o dirigente sindical.

Conforme Facundes, as lojas devem continuar atentas à higienização constante de seus ambientes. “Máquinas registradoras e de cartão devem ser sempre limpas”, pontua. “O cliente ainda deve evitar uma longa permanência nos estabelecimentos, mantendo distância de dois metros de outras pessoas, inclusive nas filas. O ideal é que somente uma pessoa por família saia de casa para a realização das compras”, acrescenta.

Atualmente, em Ipatinga, as lojas estão autorizadas a abrir as portas somente às segundas, quartas e sextas, mas às terças, quintas e sábados, podem operar em sistema de delivery.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO