Lições de vida em meio virtual

Balé, Libras e Ioga movimentam o Em Casa com o Instituto Usiminas

Divulgação/ACS CCU


A arte da jovem Larissa e da pequena Maria Zélia Olguin
A programação desta semana do Em Casa com o Instituto Usiminas convida o público a se mexer em uma aula de balé e a aprender um pouco de Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Todas as quartas e sextas-feiras, o projeto veicula vídeos com conteúdos especiais relacionados à atuação do instituto e que são postados nas redes sociais - @institutousiminas e facebook/institutousiminas - e site institutousiminas.com.






Divulgação/ACS CCU


Larissa e Salette Olguin vão dar uma aula sobre balé
A partir desta quarta-feira (10), parte da família Olguin, conhecida por décadas de trabalho com balé na região, está em um vídeo no qual ministra uma aula de dança. Salette Olguin, Larissa Olguin e a pequena Maria Zélia Olguin vão mostrar como praticar balé sem sair de casa.

E na sexta-feira (12), às 7h, o Dia dos Namorados vai começar com a Live de Ioga mostrando uma aula ministrada pelo professor Gessé Rosa.






Divulgação/ACS CCU


Gessé Rosa mostra que qualquer pessoa pode praticar ioga
Também na manhã de sexta será publicado um vídeo com a professora Sara Carvalho, intérprete de Libras do Instituto Usiminas, que vai apresentar os espaços do Centro Cultural Usiminas utilizando a Língua de Sinais.

Desde o início do distanciamento social, como medida de prevenção ao Covid-19, o projeto Em Casa com o Instituto Usiminas já publicou 29 vídeos diferentes com conteúdos educativos e interativos para o público, em suas redes sociais.






Divulgação/ACS CCU


Sara Carvalho destrincha a Língua Brasileira de Sinais
A iniciativa é realizada pelo Instituto Usiminas, com patrocínio da Usiminas, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO