Certificado digital para telemedicina é disponibilizado na Aciapi-CDL

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com Adriane pelo número de telefone (31) 3828-5151 ou pelo e-mail: aciapi@armineira.com.br

Cecília Bastos/Usp Imagens


Para o médico fazer a emissão de receituário on-line pela telemedicina, ele precisará de um certificado digital

A norma do Conselho Federal de Medicina, conhecida como Resolução da Telemedicina, publicada no Diário Oficial da União no início deste ano e, logo depois, sustentada pela Portaria 467/2020 do Ministério da Saúde, surgiu com a finalidade de regulamentar e operacionalizar medidas de enfrentamento emergencial visando à saúde pública, tendo em vista evitar a propagação do novo coronavírus.

Para atender essa demanda, a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga, por meio da AR Mineira, disponibilizam o certificado digital para os profissionais da Saúde praticarem a telemedicina.

Segundo o diretor comercial da AR Mineira, Wagner Marinho, para o médico fazer a emissão de receituário on-line pela telemedicina, ele precisará de um certificado digital modelo A3, que é mais seguro. “O modelo A3 não pode ser copiado, sendo armazenado e emitido em mídias (cartão, token ou nuvem). Para adquiri-lo existe até um plano especial, com validade de três anos. É um certificado mais barato para o médico, que poderá praticar a telemedicina. Antes o profissional da saúde carimbava o registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) no receituário dele, agora vai carimbar com o certificado digital”, afirmou.

Para mais informações, os interessados podem entrar em contato com Adriane pelo número de telefone (31) 3828-5151 ou pelo e-mail: aciapi@armineira.com.br.


Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO