Coronel Fabriciano terá flexibilidade total e lojas abertas até as 22h

Novo decreto entra em vigor nessa sexta-feira e permite funcionamento do comércio até nos fins de semana

Alex Ferreira


Lojas poderão funcionar até as 22h durante a semana e aos sábados e domingos, até as 18h

O comércio lojista de Coronel Fabriciano está autorizado a funcionar até as 22h de segunda a sexta-feira e aos sábados e domingos até as 18h. É o que prevê o Decreto 7.246, baixado nessa quinta-feira (4) de junho, assinado pelo prefeito Marcos Vinícius.

Na contramão de indicação da Secretaria de Estado da Saúde, o prefeito afirma que a cidade está sem pacientes da covid-19 hospitalizados e ainda que houvessem pacientes, o município está pronto a atender aos que tiverem agravamento da saúde, por causa do coronavírus.

Conforme consta no decreto, ao qual o Diário do Aço teve acesso na noite dessa quinta-feira, a justificativa é que, levando-se em conta as novas medidas restritivas adotadas pelos municípios vizinhos e que a restrição ou redução do horário do comércio fabricianense favorece a aglomeração de pessoas, inclusive oriundas das demais cidades, a flexibilização total na cidade tem como objetivo ampliar o horário do atendimento e evitar que as pessoas, ao procurarem as lojas, fiquem restritas aos horários reduzidos e assim se aglomerem.

Além disso o decreto destaca que, até o momento, têm se mostrado acertadas as decisões do município de Coronel Fabriciano no enfrentamento da pandemia de covid-19. Também cita que "atualmente há disponibilidade de leitos no Hospital Dr. José Maria Morais, o que demonstra que o sistema de saúde está preparado e ocioso, uma vez que há 100% de disponibilidade de leitos de UTI-covid-19 com 0% de ocupação". Cita ainda que foram feitos investimentos em precaução e prevenção, tendo o município fortalecido sua atenção básica e secundária na saúde, desde 2017.

Por fim, o decreto afirma que “o isolamento social se destina, não a conter a doença e sua disseminação, mas, em verdade, para que a retaguarda e o sistema de saúde se preparem para receber com dignidade os que necessitem de tratamento hospitalar, o que já foi feito em Coronel Fabriciano. “Isso possibilita flexibilizar regras de isolamento e alongar o funcionamento do comércio local como medida de evitar aglomeração de pessoas”, conclui a justificativa.

Horários

Dessa forma, o comércio varejista e atacadista de bens e serviços, bem como bancos, lotéricas, entre outros, podem abrir das 8h às 22h de segunda a sexta-feira e de 8h às 18h aos sábados, domingos e feriados. Com isso, todos os segmentos comerciais podem funcionar com horário totalmente flexível o que, no entendimento do prefeito fabricianense, evitará aglomeração de pessoas.

“Permanecem as recomendações para que os idosos, os integrantes do já conhecido grupo de risco, bem como os sintomáticos permaneçam em isolamento social. Permanecem rígidas as determinações sanitárias constantes nos decretos anteriores; Reforça-se a obrigatoriedade de uso de máscaras proteção facial sob o nariz e boca”, conclui o decreto, cujos efeitos já valem a partir dessa sexta-feira (5).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Maria 07 de junho, 2020 | 12:44
Atenção em fabriciano o choro e livre ou digo o viros é livre podem se contaminar fiquem avontade venha fazer parte dos numeros de contaminados ou mesmo obitos lojas abertas até as 22 horas povo de Ipatinga e Timóteo pra e pra cá e jubileu do coronaviros
Dênia Maria de Carvalho 07 de junho, 2020 | 04:26
Correto.Assim a população que trabalha poderá flexibilizar seu horário de ir consumir.E a melhor politica é a de Mercado Livre e é claro devidamente responsabilizado pelo funcionamento do comércio local.Novas oportunidades de trabalho iram ser criadas
Caio 06 de junho, 2020 | 11:13
Penso que, com essa atitude, o Prefeito visa atender os interesses dos comerciantes. Pouco importando, de fato, a contenção do Covid 19. Infelizmente, é o que está se repercutindo no país inteiro. Negligência nas medidas de cautela , e prevalência de interesses meramente políticos.
Rayane 06 de junho, 2020 | 00:31
A julgar pelas pessoas que ainda elogiam uma atitude dessas: parabéns povo de Fabriciano, vocês têm o prefeito que merecem!
Eli Carlos Fernandes 05 de junho, 2020 | 21:24
Boa noite ..a respeito do decreto... acredito que o senhor prefeito. Está precisando de muitos pacientes .pra arrecadar verbas....e um imbecil colocando sua população roda em risco....se vc tiver caráter...revoga esse decreto imediato...ok.
Indignado 05 de junho, 2020 | 13:00
Ou seja, podem se contaminar a vontade, pq aqui tem leito. Manda pra Ipatinga não. Ok seu prefeito? Ele quer mais é que a região vai comprar em Fabriciano ?
Eliane 05 de junho, 2020 | 12:25
Incrível né! A equipe de enfermagem do Hospital José Maria com vários casos positivos, o hospital já não tem nenhum teste nem para pacientes nem para funcionários... Isso pq o Covid não afetou Coronel Fabriciano, imagina se chega aqui realmente??? Vamos ver as cenas do próximo capítulo.
Arthur 05 de junho, 2020 | 11:26
Xinga o prefeito mas na primeira oportunidade sai pra tomar uma no bar... conheço gente assim, vai entender... o curioso é que a turma du contra mandaram ele fechar as escolas mas n ve problema nenhum em aglomerar nas praças e nos botecos... o problema n é o comércio abrir e sim todo mundo que sai atoa...
Natal 05 de junho, 2020 | 11:26
.... MUITO BEM SR. PREFEITO .
.... AGORA VAMOS VER OS LOJISTAS E DEMAIS COMERCIANTES DIZER QUE NÃO VAI ABRIR SÁBADO, DOMINGO E FERIADO . E QUE DE 7 ÀS 22 HORAS NÃO DÁ.
.... AGORA VAMOS VER .
.... VAMOS AUMENTAR O PREÇO DO ESTACIONAMENTO TAMBÉM, ASSIM NÃO VAI TER GENTE ATOA NO CENTRO
.... NÃO QUER SAIR , É SÓ FICAR EM CASA .
.... CHEGA DE MIMI....
.... JÁ QUE NÃO TEMOS PRESIDENTE E NEM GOVERNADOR . TEMOS UM PREFEITO.
.... É ISSO AÍ.
.... NÃO QUER SAIR , FIQUE EM CASA.
Leonardo Campos 05 de junho, 2020 | 11:18
Parabéns pela sensatez do prefeito de Cel Fabriciano pois com o horário estendido há menor concentração de pessoas, ao contrário do horário reduzido que obriga a população a se aglomerar no pouco tempo que tem para realizar suas compras.
Rodrigo 05 de junho, 2020 | 10:20
Sou comerciante é não sou covarde igual esse que só pensa no seu bem esta é nos seus lucros tem muitos empresários que querem preciona prefeitos a abrir os comércio mais eu não concordo estamos vivendo uma pandemia sem precedentes já passamos número de mortos da gripe espanhola acorda governantes e parabéns Sr nardyello Rocha pela sua atitude de aguenta no colo todas a pressão desse empresários que só pensa no seu dinheiro mais esquessem que vão pro mesmo buraco que o seus empregados vão prefeito de coronel fabriciano é um irresponsável o hospital macio cunha vive cheio de ambulância oriundas dos seu município prefeito toma vergonha na cara é assume seu erro.
Durce 05 de junho, 2020 | 09:55
Gente vamos deixar de picuhinha,todos precisam de trabalhar cada um cuidando de si mesmo e todos venceremos, estamos nesta desde março, se continuar em casa isolados vamos ter uma profunda depressao.
Caroline 05 de junho, 2020 | 09:47
Acho corrente a decisão do prefeito e espero,.do fundo do meu coração que dê certo! Muito fácil para quem recebe seus honorários do poder público ou de qualquer outro meio apontar aos que querem e PRECISAM trabalhar como nunca precisaram. Desde que o trabalho seja com responsabilidade e higiene necessários a prevenção da COVID, perfeita a resolução do prefeito!
Moro em Campinas/SP e aqui não está como o país inteiro pensa. Não temos muitos casos de COVID, leitos da cidade mal passam de 80% de ocupação e há mortes por outros motivos que são colocadas como COVID, pois temos um amigo que faleceu por complicações hepáticas na semana passada e colocaram no hospital da Unicamp como sendo COVID. Infelizmente há muita politicagem neste país e quando políticos corretos - ou que pelo menos aparentam ser corretos - fazem seu trabalho com seriedade, o povo que torce contra o seu próprio país fala atrocidades.
ACORDA BRASIL! MAIS EMPATIA! MAIS AMOR ! MAIS GENTILEZA! MAIS RESPEITO! MAIS UNIÃO! MAIS TRABALHO! MAIS FÉ!
Flávia 05 de junho, 2020 | 09:29
A prefeitura recomenda que idosos e integrantes dos grupos de risco fiquem em isolamento social, mas há servidores da prefeitura que são idosos e do grupo de risco que não foram afastados e estão tendo de trabalhar normalmente. Que incoerência!
Daniela 05 de junho, 2020 | 08:59
Oprefeito sabe o que faz ?
Ta fazendo o certo?
Ele só não sabe o que esse virus faz
E nem conhece ele .Vai cair na sua conta prefeito .Lamentavel ....
Indignados 05 de junho, 2020 | 08:53
Esse prefeito não tem família não porq se tivesse não faria isso
Se ele w aparecer colocar pinico na cabeça
Todos os funcionários indignado com esse prefeito
Adriano 05 de junho, 2020 | 07:39
Cada cidade tem o prefeito que merece. O prefeito de Coronel Fabriciano é um irresponsável
Alex 05 de junho, 2020 | 07:26
Atitude absurda, sem respaldo científico. Submete o povo de Fabriciano ao sacrifício. Os lojistas tem plano de saúde e leito em UTI, caso necessário, já o povo de Fabriciano infelizmente não.
José 05 de junho, 2020 | 07:14
ATENÇÃO MP! O mundo fechou e Fabriciano, uma cidade que não tem estrutura hospitalar, vai abrir. A Suécia também fez isso e é o país com maior número de mortos por milhão de habitantes, as autoridades suecas já admitem o erro.
Wanderson 05 de junho, 2020 | 07:11
Uai só. Agora não estou entendendo mais nada...Ontem (04/06/2020), no jornal das 19 horas, o prefeito de Ipatinga anunciou que todos os leitos disponíveis para Covid estão ocupados por ter de receber pacientes de várias cidades vizinhas, inclusive de Cel. Fabriciano. Agora o prefeito de Fabri diz que na cidade "dele" não há casos de covid porque os leitos reservados estão vazios!? Me expliquem, porque não estou entendendo mais nada. Quem está certo?
Sidnéia 05 de junho, 2020 | 07:03
Se tem tanta vaga na UTI porque tem gente de Fabriciano internada aqui em Ipatinga prefeito?
Fernanda Meira 05 de junho, 2020 | 06:53
Já tem meu voto. Inteligência!!! Se isolamento funcionasse são Paulo já não teria caso. Isolamento causa fome E desempregp. Resolve é consciência
Ipatinga os trabalhadores presos e quem era pranestar casa na rua fazendo nada.
Carla Gomes 05 de junho, 2020 | 06:45
Se der certo (e tomara que dê mesmo) sairá como herói, protagonista da luta contra o caos na região. Se der errado, as pessoas pagam com a vida nos leitos de hospital que ele diz ter preparado.
Girlani Gomes Duarte 05 de junho, 2020 | 06:36
Esse prefeito e um irresponsável! E claro que fabriciano não tem casos da covid, os moradores estão indo para Ipatinga se tratar.
Célia Maria Marciano Santos 05 de junho, 2020 | 06:06
No MÍNIMO é preocupante. Há três anos me mudei de Fabriciano para Antônio Dias. Observo o esforço que poder pública faz aqui para evitar a contaminação em massa, com barreira sanitária, desinfecção das ruas, entre outros. Lamento que o prefeito de minha cidade natal vá na contramão de outras cidades e países, correndo o sério risco de comprometer toda a sociedade, pois sabemos que mesmo com todas essas medidas de contenção existentes ou novas atitudes sociais, o covid 19 AVANÇA, SIM!
Gervásio 05 de junho, 2020 | 04:29
Parabéns prefeito!
Atitude sensata, só quem é comerciante em Timóteo sabe que as lojas com horário reduzido, aumentou demais a aglomeração de pessoas oriundas de Ipatinga e região.
Tem que ir até no mínimo até 20hs, para dispersar o público...acorda Douglas Wilkys!
Priscilla 05 de junho, 2020 | 03:51
O problema da cidade não é o decreto do prefeito e sim a incapacidade de entendimento da população, ele está liberando o comércio; isto não quer dizer que nós cidadãos precisemos ir; se puder ficar em casa fique!
Infelizmente a população acha que só porque ele liberou tem que ir todo pra Rua; as lojas no centro estão parecendo véspera de Natal de tanta gente comprando. O povo tinha que parar de olhar para o governo em geral e começar a fazer a parte dele olhando para o próprio umbigo.
De outro lado existe as 8h diárias do trabalhador do comércio que em grande maioria são pais de família; deste modo acho que o sindicato não deverá aprovar tal decreto.
Alexandre 05 de junho, 2020 | 02:07
Esta certíssimo, esse prefeito tem visão e esta com o controle da cidade nas mãos, esta administrando a cidade com os pés nas costas e dando uma aula de gestão nao somente para a região, mas para o país, tem meu apoio.
Jujudaconnceicao 05 de junho, 2020 | 01:09
A minha Dona votou no Adir
Alex 05 de junho, 2020 | 01:00
Parabéns prefeito! Que Ipatinga o copie.
Flávio 05 de junho, 2020 | 00:46
Coronel Fabriciano está sendo muito bem cuidada pelo atual prefeito. Os casos de covid19 ao mínimo e resolvidos, então...

Se você não gostou do decreto, ou da forma que agente vive aqui, mude pra Ipatinga, vai embora! Talvez por lá vocês sejam felizes!
Marilene 05 de junho, 2020 | 00:45
Não sabia que este médico era tão altivo.

Ele fura todos os decretos ajustados com os demais municípios da região.

Infelizmente ele está levando a doença para Fabriciano.

Lamento pelos munícipes.

Preparemos para o Covid19 fazer morada em nossa Fabriciano.
Rosaria Alves 05 de junho, 2020 | 00:09
Concordo com o prefeito.Quem é aposentado pode ficar em casa,mas os chefes de familia jóvens precisam trabalhar.E quanto menos tempo o comercio ficar aberto mais causa aglomeração,as pessoas precisando,têm que ir às compras naquele pequeno espaço de tempo.Dizem q o comercio de Ipatinga vai ficar fechado até dia 10.Se reabrir dia 11,vespera do dia dos namorados aquele centro vai ferver.
Palhaçada 04 de junho, 2020 | 23:26
Querendo deixa quem tá rico fica mais rico ainda
Trabalhar mais de 12 horas por dia pessoa não ter descanso está no fim dos tempos mesmo
Quando tive feia a coisa adianta corre pra Ipatinga não
Fique Rico Ou Morra Tentando 04 de junho, 2020 | 23:25
Querendo deixa quem tá rico fica mais rico ainda
Trabalhar mais de 12 horas por dia pessoa não ter descanso está no fim dos tempos mesmo
Quando tive feia a coisa adianta corre pra Ipatinga não
Maria das Gracas Calisto 04 de junho, 2020 | 23:22
É de uma irresponsabilidade gritante a atitude desse prefeito de Cel Fabriciano, que não respeita a vida de seus munícipes e comprometendo o controle do vírus nas cidades vizinhas. Aguarde prefeito, a resposta será nas urnas.
Elaine Souza Ribeiro 04 de junho, 2020 | 23:17
Nota 1000 para o prefeito de Fabriciano.
Ipatinga vai quebrar, muita gente vai falir e ficar desempregada, vamos observar outras cidades no sul do Brasil por exemplo, Curitiba não fechou e como eles estão. Aqui nos somos reféns desses políticos que se aproveitam de uma desgraça para interesses próprios.
Expetista 04 de junho, 2020 | 23:00
Parabéns ao nosso prefeito, isso que é gestão. Desculpe nosso vizinhos, mas politica ou BURRICE é VC abrir o comercio em horário limitado, promovendo assim a aglomeração que que não podia, né, ou o vírus não pega ninguém entre 10 e 16h ou ele folga nos dias de seg, qua, e sexta. kkk Parece piada. As pessoas precisam trabalhar, se não passam fome(Acorda gente). Principalmente os autônomos. Os empregadores precisam que as empresas funcionem, para pagarem os funcionários, por sua vez, esse discurso de isolamento tem adoecido muitas pessoas.
Aliás ninguém consegue ficar 100% trancado. Duvido que quem prega isso assim o faça. Na verdade se isolando VC só baixa ainda mais a sua imunidade. Sou a favor da vida. Isolamento to não. Respeito sim. Use máscara. Mantenha distância. Higienize suas mãos. Abraços
Fabricinensse Indiguinado ! 04 de junho, 2020 | 22:39
Isso é coisa de psicopata ,acha mesmo que 20 leitos de uti no hospitleco de fabriciano vai da conta quando essa pademia disseminr varios Fabricianesse ... a conta vai ser sua gauCHO ! , QUER APAERECER POE UMA MELANCIA NO PESCOÇO NÃO BRINCA COM COISA SERIA !
SAbe porque não seus numeros NÃO aumenta pq ate contato de paciente confirmado de covid nao etao sendo testao em fabriciano , CAMARA de vereadores nao se acovardem derrubem esse decreto nem que seja na justiça !
Julia 04 de junho, 2020 | 22:22
Inacreditável!!! Falta de respeito com a vida.
A maioria dos pacientes de Cel. Fabríciano são atendidas no HMC, então porquê se preocupar né prefeito? Repense as as futuras consequências.
Elisio Jeconias Muzel de Moura 04 de junho, 2020 | 22:05
Parabéns prefeito!
Inteligência rara, sabedoria ímpar e ação com a prudência necessária, nunca fizeram mal a população e é isso que se espera de um líder municipal. A União Federativa, bem como o Estado são "utopias" , o Brasil acontece é no município mesmo. Com o fechamento do comércio em Ipatinga, esse decreto flexibilizando o horário favorecendo aos consumidores para que não haja aglomeração, é uma atitude de coragem e intrepidez, acima de tudo bom senso. Não terá como escaparmos de contágio, ele é perigoso, e eminente mas o confinamento apregoado, pela maioria das cidades no mundo afora, já demonstrou que não deu certo. Agora com um sistema de saúde aparelhado com uma equipe preparada, recursos devidamente aplicados, nos resta pedir a bênção de Deus, sobre a cidade. Parabéns Dr. Marcos.
Istela 04 de junho, 2020 | 21:26
Vai ser uma matança em massa, o prefeito não passa de um palhaço querendo chamar atenção e com isso está colocando vidas em risco. Está querendo aparecer, pois na hora que der merda ele vai ficar acuado e sem lugar para colocar os doentes. Cadê o sindicato do comércio que não está vendo isso
Judite Costa 04 de junho, 2020 | 21:13
Onde que ele tirou esta ideia que o isolamento não é pra conter a dissiminacao do virus? Já perdeu meu voto, Bolsonaro do Vale do Aço!
Joana 04 de junho, 2020 | 20:59
Há denúncia de que os leitos destinados para pacientes com o Covid-19 em Fabriciano não estão sendo liberados, mesmo que o paciente esteja mal e com todos os sintomas. Só libera se tiver confirmação. Mas não estão fazendo o teste. Então, sem teste, sem confirmação. Sem confirmação, o leito é negado. Os pacientes estão indo buscar assistência em outras cidades.
Humberto Martins 04 de junho, 2020 | 20:53
Dr. Bizarro, o dia que todos olharem em uma só direção e perceberem que o povo nunca escolheu vereador, prefeito, deputado, senador, dentre outros (inclusive o presidente), e sim os ?lançados? pelos partidos corruptos, para que o povo engula goela abaixo e ?vomite? nas urnas. Aí sim, quando abrirmos nossa mente, poderemos tentar confiar em algum político, mas por enquanto o jogo é esse, quem entra ?vira bandido?, quem está de fora é pago pra defender a safadeza dos que se tornaram, e são tão iguais quanto!
Dr. Bizarro como médico, deveria estar exercendo sua profissão, por pior que o Senhor Doutor Médico seja, a população agora está necessitando mais de seu juramento quando se formou em medicina, do que no cargo ?forjado? e polêmico de Gestor Público.
Vá trabalhar, cumprir seu juramento! Salvar vidas!
Quer matar principalmente os educadores, trabalhadores já penalizados em nosso país, onde a ignorância é fonte de votos, pois, tenho certeza, o Senhor Doutor, foi eleito pela maioria desses coitados, sem escola!
Agora, retornar às aulas e abrir totalmente o comércio?
Acho que o único objetivo é exterminar, quem realmente pode abrir os olhos e a mente dos futuros eleitores, que certamente, o Senhor Doutor, seria, a pior escolha.
Dannilo 04 de junho, 2020 | 20:44
Isso aí. Certinho o prefeito. A vida continua, a economia deve continuar. Fechado com Bolsonaro. O prefeito é médico, então sabe muito bem o que faz.
Vania 04 de junho, 2020 | 20:43
Parabéns prefeito! As pessoas têm que aprender a se cuidar! Ficar trancados em casa não vai resolver nada e sim piorar a situação! Vamos respeitar os protocolos e dar seguimentos a vida! Apoiado!
Mirian Macedo 04 de junho, 2020 | 20:42
E o sindicato do comércio, vai permitir?
Andressa 04 de junho, 2020 | 20:37
Confio mais no prefeito de Fabriciano que é médico que nesses outros "perfeitinhos" das outras cidades que almejam o caos e escravizar as pessoas sem trabalho e comida nas suas casas.
É uma irresponsabilidade tamanha que eles estão cometendo, pessoas perdendo emprego e passando fome em virtude de um "virus".
Acorda povo!
BANDIDO e acidente mata mais que o vírus
Além do mais, quem está morrendo no Vale do aço já tem uma doença preexistente.
Triste 04 de junho, 2020 | 20:36
Sinceramente, não dá para entender, primeiro que no hospital Unimed tem pessoas internadas e ele não está contabilizando, segundo que ele só pode estar querendo inaugurar as UTI?S do hospital da cidade. É um irresponsável.
Jaime Ramos 04 de junho, 2020 | 20:31
Parabéns prefeito.
Esta certinho.
Redução de jornada só traz aglomeração.
Tomara que os outros prefeitos percebam a burrada que estão fazendo LIMITANDO horário a fim de causar aglomeração.
Leonardo 04 de junho, 2020 | 20:20
O prefeito está querendo ser o centro das atenções no vale do aço, já perdeu meu voto pras próximas eleições! Muita irresponsabilidade, prepotência e ignorância de um doutor! Saúde deixada de lado infelizmente em nossa querida Fabriciano! Lamento essa decisão tomada, vamos pagar caro pessoal! O certo seria somente serviços exclusivamente essenciais e uso de máscaras obrigatório pelo cidadão, com punição aos infratores.
Lojas em geral, butecos e lanchonete, academia não são essenciais! Abre o olho prefeito!
Jaime 04 de junho, 2020 | 19:28
Nada adianta as outras cidades fechar o comercio e fabriciano liberar total e uma falta de respeito com o povo do vale do aco e com as cidades vizinha que querem fazer as coisas certa os casos em fabriciano esta alto e com isso pode piorar a situacao no vale do aco.talvez o sr prefeito de coronel fabriciano esta preocupado com a eleicao e a saude do povo nao importa .

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO