Motoqueiro causa acidente, deixa vítima no chão e foge no Cidade Nova

Alex Ferreira


Motociclista trafegava sentido a Ipatinga, quando foi atingida por motoqueiro que subia sentido ao Cidade Nova

O condutor de uma motocicleta que trafegava subindo a avenida que dá acesso do bairro Veneza, em Ipatinga, ao Cidade Nova, em Santana do Paraiso, fugiu após se envolver em um acidente que deixou ferida a condutora de uma motocicleta Yamaha Neo, que trafegava sentido a Ipatinga.

O que se sabe do acidente é que a partir do relato de uma testemunha. Conforme a informação de quem viu o acidente à distância, o motoqueiro conduzia em alta velocidade e, numa curva leve à direita, invadiu a contramão e atingiu a motociclista na outra pista.

Com o impacto as duas motocicletas caíram. A Yamaha Neo foi parar à margem da pista, no meio do mato. A condutora ficou caída no asfalto e foi socorrida por uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar. Seu estado de saúde não era considerado grave e foi hospitalizada para ser examinada.

Já o condutor da outra motocicleta, que segundo a testemunha causou o acidente, levantou-se, montou na moto e retornou para Ipatinga. Pedaços da moto, de cor escura, ficaram para trás e podem ser úteis para ajudar a identificar o causador do acidente. Entre os pedaços encontrados no local estão, parte de uma carenagem e de uma das alças de apoio do garupa.

O pai da jovem atropelada esteve no local e repassou os dados da vítima para os policiais militares, que iniciaram em seguida as buscas ao atropelador, que pode ter se ferido no acidente também.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Adinesio Teixeira 04 de junho, 2020 | 12:34
Ipatinga tem um auto índice de acidentes de motos, digo alto mesmo, levando em cosideraçåo a quantidade de mototáxis na cidade, as motos dos trabalhadores , empreiteiras da usiminas, da propria usina, e a facilidade de adiquirir este veículo, quase todo mundo pode comprar uma moto, as concessionárias so querem vender as motos , mas não se preocupam em criar campanhas educativas para pelo menos tentar diminuir o numero de acidentes.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO