Classe artística de Ipatinga já pode se inscrever no Edital Estadual 'Arte Salva'

Artistas, produtores e empreendedores culturais de Ipatinga devem ficar atentos

Serão contemplados 1.315 projetos, que receberão um aporte no valor de R$ 1.900 cada para a realização e execução de vídeos de expressão artístico-cultural a serem transmitidos em ambiente digital

Artistas, produtores e empreendedores culturais de Ipatinga devem ficar atentos. A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer informa que já estão abertas as inscrições do Edital ‘Arte Salva’ – da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais. O Fundo Estadual de Cultura vai destinar R$ 2,5 milhões para a execução de projetos artísticos e culturais de artistas independentes, bandas, profissionais do circo e demais realizadores que compõem a cadeia cultural em Minas Gerais.

Para o secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Ipatinga, Carlos Oliveira, em condições financeiras desfavoráveis no momento os municípios têm esperado ações efetivas da União e dos Estados para o socorro da classe artística, que foi a primeira a paralisar suas atividades em virtude da pandemia.

“Aqui em Ipatinga, juntamente com o Conselho Municipal de Política Cultural, a Administração intermediou num primeiro momento da crise o repasse de cestas de alimentos e kits de higiene pessoal especificamente à classe artística, mas sabemos que o segmento precisa de mais. Então, é importante que o maior número possível de artistas da nossa cidade participe do Edital Estadual Arte Salva”, alertou.

Edital

Por meio desse edital, serão contemplados 1.315 projetos, que receberão um aporte no valor de R$ 1.900 cada para a realização e execução de vídeos de expressão artístico-cultural a serem transmitidos em ambiente digital. Serão contemplados projetos em diferentes linguagens, como música, artes cênicas, artes visuais, audiovisual, patrimônio, literatura e áreas culturais integradas. As inscrições podem ser feitas até 15 de junho.

Sobre o Edital

Os interessados no Edital ‘Arte Salva’ – Fundo Estadual de Cultura devem inscrever seus projetos por meio da Plataforma Digital Fomento e Incentivo à Cultura, disponível neste link. Será necessário fazer um primeiro cadastro na plataforma e, em seguida, cumprir as etapas de cadastramento específicas, bem como preenchimento de dados e o envio digital de documentos obrigatórios.

Os projetos devem obedecer a critérios específicos para habilitação, sendo classificados em duas categorias distintas, de acordo com a proposta apresentada pelo proponente.

Na Categoria 1, dos vídeos de expressão artístico-cultural, o edital contempla artistas que pretendem produzir e transmitir vídeo inédito que contenha performance ou manifestação artístico-cultural executada individualmente pelo proponente. Já a Categoria 2 é destinada, principalmente, aos produtores, gestores ou técnicos. Ela contempla a produção e transmissão de vídeo inédito que contenha curso, formação, capacitação ou qualificação executada individualmente pelo proponente.

Critérios Técnicos

O material audiovisual deve seguir alguns critérios técnicos para ser habilitado. Em ambas as categorias, os vídeos deverão ser produzidos individualmente e ter resolução de pelo menos 1280x720, para vídeos com proporção 16:9; de pelo menos 640x480, para vídeos com proporção 4:3; e não devem incluir barras horizontais nem verticais. A taxa de bits de áudio recomendável é 128 kbps ou superior, não podendo ser inferior a 64 kbps. Além disso, os vídeos devem ter duração mínima de 10 minutos e máxima de 20.

Em ambas as categorias, o local de produção, a estrutura e a tecnologia de execução deverão ser providenciados pelo proponente, devendo ser observadas, obrigatoriamente, as medidas de prevenção ao contágio e de enfrentamento à pandemia do Coronavírus. Os projetos aprovados deverão, após a execução, ser disponibilizados em ambiente digital próprio, como redes sociais, plataformas de reprodução de vídeo ou site específico. (Com informações da Secult/MG).
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Alguém Me Explica 04 de junho, 2020 | 16:59
alguém me explica pq o trabalhador recebe 600 reais e o "artista" recebe 1900?

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO