Maratona de Boston é cancelada

Reprodução Twitter Boston Marathon


Desde a primeira edição, em 1897, a Maratona de Boston nunca havia deixado de ser realizada

A mais antiga maratona do planeta também foi abatida pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). No fim da noite de quinta-feira (28), os organizadores da Maratona de Boston (Estados Unidos), cancelaram a prova deste ano, que já havia sido transferida de 20 de abril para 14 de setembro. A decisão foi tomada após prefeito da cidade - capital de Massachusetts -, Mary Walsh admitir a inviabilidade do evento por razões de saúde pública. Desde a primeira edição, em 1897, a Maratona de Boston nunca havia deixado de ser realizada.

“Embora nosso objetivo e nossa esperança sejam progredir na contenção do vírus e na recuperação de nossa economia, esse tipo de evento não seria responsável ou realista em 14 de setembro ou em qualquer época do ano", afirmou Walsh em entrevista coletiva, que se disse preocupado com uma possível segunda onda de casos de covid-19 na cidade. O estado de Massachusetts registra cerca de 92 mil casos confirmados de covid-19, e mais de 6.300 mortos.

Em nota oficial, publicada no site da Associação Atlética de Boston (BAA, sigla em inglês) anunciou que não só ressarcirá a taxa de inscrição, como realizada uma alternativa virtual voltada aos participantes. Anualmente, a Maratona de Boston reúne cerca de 30 mil corredores.

“Todos os participantes que foram originalmente inscritos no evento de 20 de abril de 2020 receberão um reembolso total da taxa de inscrição associada à corrida e terão a oportunidade de participar da alternativa virtual à 124ª Maratona de Boston, que pode ser realizada a qualquer momento entre 7 e 14 de setembro”.

Somente este ano, já foram adiadas as Maratonas de Londres (Inglaterra) - para o dia 4 de outubro - e a de Berlim, que seria em 27 de setembro, ainda não foi remarcada. (Agência Brasil)
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO