Santana do Paraíso define medidas para funcionamento de templos religiosos

Wôlmer Ezequiel


Decreto municipal impõe novas medidas sanitárias

O decreto número 935, publicado quinta-feira (28) pela administração municipal de Santana do Paraíso, dispõe novas medidas em saúde pública para o enfrentamento da pandemia da covid-19. O documento traz novas diretrizes para o funcionamento de templos religiosos.

A partir de agora, nestes locais, deve ser respeitada a distância mínima de dois metros entre cada pessoa nos assentos, com demarcação desse distanciamento; impedir a utilização dos assentos de forma contínua, optando pela forma alternada, inclusive entre fileiras; disponibilizar álcool em gel 70% nas entradas e no interior do local; exigir o uso de máscara para todas as pessoas presentes no templo e fornecer sabão líquido e papel toalha nos sanitários.

O decreto ainda determina que o tempo dos cultos ou missas seja no máximo de uma hora; além disso, as reuniões em salas anexas não poderão ser realizadas no mesmo momento dos cultos/missas.

O decreto municipal ainda estabelece que os templos devem restringir a entrada de pessoas integrantes do grupo de risco: idade acima de 60 anos, gestantes de alto risco, pneumopatas e cardiopatas graves ou descompensados e imunodepressivos.

Outra medida é a higienização do local. Após o encerramento de cada atividade religiosa – havendo um intervalo de 30 minutos – deve ser realizada a higienização dos assentos que foram utilizados durante os eventos.

O Executivo destaca que algumas igrejas já vêm tomando medidas de prevenção. “Quero parabenizar as igrejas e templos que estão tomando todas as precauções para o que o vírus não espalhe. Os cultos não estão proibidos, mas a gente reforça que todos os cuidados devem ser tomados e as normas cumpridas. Tenho certeza que juntos venceremos essa pandemia”, ressalta a prefeita Luzia de Melo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Rui 29 de maio, 2020 | 13:47
Na Alemanha abriram templos religiosos. Vários fiéis se contaminaram.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO