Hospital Márcio Cunha convoca doadores de sangue para reforçar estoque

Agência Brasil


O banco de sangue do HMC, que depende diretamente do apoio da população, tem sofrido o impacto direto por causa da pandemia

O novo coronavírus tem contribuído para os baixos estoques no setor de Hemoterapia do Hospital Márcio Cunha (HMC), administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX). Uma das preocupações comuns nesse momento de pandemia é a segurança do doador de sangue, e o serviço de Hemoterapia do HMC tem se preparado reforçando medidas de higienização e prevenção.

O banco de sangue do HMC, que depende diretamente do apoio da população, tem sofrido o impacto direto por causa da pandemia. “Apesar da recomendação das pessoas evitarem ao máximo de virem ao hospital, no caso da doação de sangue o risco é minimizado, pois os doadores não têm contato com outros pacientes e tudo é feito de forma segura. Com o estoque do hospital vulnerável, há o risco de desabastecimento, principalmente de plaquetas, material essencial para pacientes que possuem alguma doença que dificulta a coagulação, como os pacientes oncológicos”, explicou a médica hematologista e responsável técnica pelo setor de Hemoterapia do HMC, Elisa Helena Gomes.

Para continuar doando sangue ou para se tornar um novo doador, é preciso fazer agendamento pelo telefone (31) 3829-9600. O setor funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 11h e das 15h às 18h.

Os critérios para doação são: estar em boas condições de saúde; Ter entre 18 e 69 anos ou idade de 16 a 17 anos com o consentimento formal dos responsáveis legais; Pesar mais de 52 kg; Ter comportamento sexual seguro; Não precisa estar em jejum para doar sangue.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Jaqueline 06 de junho, 2020 | 13:50
Falta diálogo,esclarecimentos,e campanhas quanto a doações de Sangue. Sabemos que nossa sociedade é carente nesses assuntos,Sendo que deveriamos sim educar e incentivar desde cedo na escola,deveria fazer parte da nossa Cultura,afinal um dia todos nós vamos precisar de uma transfusão.
Tá difícil FSFX, tá faltando mais empenho nessa questão.
Angelo 29 de maio, 2020 | 10:35
eu concordo plenamente com vc Oliveira e também Magaiver da Silva,se é pra ajudar precisa ter um horário mais flexibilizado,pra que possa aumentar os estoques,vcs tiveram uma ótima ideia,mas parece que tem algum que não faz com que nos ousam,depois ficam pedindo doadores,sou doador também no HMC,e o que observo e que nos doadores temos e devemos enquadrar nos horários e dias de doação,mas eles nunca segue uma sugestão,nem que seja pra faze teste,
Charleston 29 de maio, 2020 | 09:57
Seria interessante se o hospital disponibiliza-se aos doadores de sangue o teste para o covit-19, além de motivar a população a doação de sangue iria contribuir para leitura dos sintomáticos e assintomáticos da região.
Oliveira 29 de maio, 2020 | 00:02
Achei que você iria dar a sugestão de haver doação nos finais de semana. Não entendo, se é questão primordial, por que não há como dor sangue também após às 18 horas? Imagine se o Pronto-socorro também tivesse horário para fechar durante a semana? Deve haver alguma explicação plausível. Eu quero estar errado!!! Alguém poderia me responder??? Possuo baixa inteligência além da racional.
Magaiver da Vila 28 de maio, 2020 | 16:50
Sou doador de sangue do HMC há mais ou menos 6 anos. Já dei muitas idéias para o povo que trabalha lá para aumentar o numero de doadores. nenhum deles se interessou por alguma proposta. Vou citar apenas uma para o HMC atrair mais doadores. Pq a FSFX nao faz uma promoção no tipo de quem doar sangue terá direito a uma consulta com um médico do HMC em qualquer especialidade??? Tem mutas pessoas precisando de consultar e certos postos de saúde dos bairros nao tem determinados especialistas. Vai minha sugestao e estou aberto á criticas, sabendo que primeiramente, doar sangue é questao de boa vontade e amor ao proximo,

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO