Carro clonado e drogas apreendidos com homem, em Ipatinga

Preso pela PM já havia sido denunciado por estar com um veículo com “placas frias”

Wellington Fred


O veículo apreendido pelos policiais militares nesta quarta-feira

A Polícia Militar de Ipatinga apreendeu no início da tarde desta quarta-feira (27) um carro com placas frias, clonadas de outro veículo de igual modelo registrado na cidade de Petrópolis, no Rio de Janeiro. M.M.D., de 34 anos, foi preso ao ser abordado saindo de um local conhecido por ser local de venda de drogas ilícitas.

A ocorrência começou com a equipe do sargento Pereira, integrante do Grupo Especializado em Prevenção Motorizada Ostensiva Rápida (Gepmor), que se deparou com o condutor saindo da rua Amazonita em um Fiat Palio prata. No aglomerado já ocorreram diversas prisões de traficantes e os policiais mantém constante monitoramento da área. Por isso houve a abordagem ao carro. Em uma busca ao motorista policiais encontraram, dentro do tênis, uma porção de maconha.

Os policiais verificaram que a proteção de tela do celular do abordado tinha a foto de um Honda Civic de cor branca, situação que “ligou o alerta” nos PMs. O Palio foi removido ao pátio credenciado pelo Detran, por estar com a documentação atrasada desde 2018. Além disso, o motorista está com a carteira de habilitação vencida em março de 2019.

As equipes foram até a casa de M., pois poderia ter mais droga lá e a namorada do homem autorizou a entrada dos PMs, mas nada de ilícito foi achado.

Policiais também sabiam que ele trafegava em outro veículo e no dia 21 conseguiu escapar de uma abordagem policial, situação testemunhada pelos policiais militares que chegaram a registrar uma ocorrência de direção perigosa.

A mãe do suspeito entregou a chave de um veículo Honda Civic e o carro foi localizado em um galpão no Centro de Ipatinga. O veículo estava com uma placa do Mercosul e por ela, apurou-se que na verdade havia um carro igual emplacado em Petrópolis/RJ, situação confirmada pela proprietária que encaminhou fotos e vídeos do carro dela. Ela disse que recebe multas de trânsito em locais que nunca esteve e, com a descoberta em Ipatinga teve a certeza de uma clonagem.

Indícios de adulteração

O carro Civic em Ipatinga estava com indícios dos números de chassis adulterado, os números do chassi nos vidros apagados e a numeração no motor desalinhada e com diferenças de letras e números. O QR Code (código), que existe nas placas de Mercosul, seria falsificado, pois ele não foi localizado no aplicativo usado pela polícia que faz a leitura do código e confirma a placa.

Diante das situações verificadas pela PM, o Honda foi removido ao pátio credenciado pelo Detran e M. apresentado à Polícia Civil, na 1ª Delegacia Regional. Além da maconha aprendida, uma pedra de crack foi achada dentro do Civic. M. foi conduzido por suspeita de tráfico de drogas e ainda por adulterar veículo automotor, falsificação de documento público e de placa veicular.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO