Mulher é procurada por tentar matar homem no bairro Amaro Lanari

Google


Uma suposta cobrança de dívida de entorpecentes resultou numa tentativa de homicídio, no bairro Amaro Lanari, na madrugada dessa quarta-feira (27). Uma mulher é procurada como autora do crime e um homem está hospitalizado.
Uma equipe da Polícia Militar foi acionada para apoiar o Corpo de Bombeiros no atendimento a uma ocorrência em que um homem havia sido atingido por golpes de faca, na rua Recife, bairro Amaro Lanari. J.G.F., de 45 anos, foi socorrido e internado em estado grave no Hospital Márcio Cunha (HMC).

Consciente, J.G relatou inicialmente que foi agredido por uma mulher e dois homens. Ele teve um corte no pescoço, proveniente de facada. O fato aconteceu próximo à igreja Maranata, na rua Vitória.

Entretanto, na casa da vítima policiais perceberam que havia marcas de sangue no solo, pedras e um pedaço de madeira, indícios de que também naquele local houve uma agressão.

Testemunhas relataram que no dia anterior alguns indivíduos estiveram na residência da vítima, com quem discutiram e foram embora. Depois voltaram, não encontraram J.G. e jogaram pedras e pedaços de madeira contra a residência. Na madrugada passada J.G. saiu de casa e foi agredido, quando sofreu o corte.

Novamente em contato com a polícia, a vítima admitiu que saiu para comprar cigarros em um bar, mas encontrou o estabelecimento fechado. Ao voltar, encontrou-se com uma mulher com quem teve uma discussão por causa de uma dívida de entorpecentes, quando houve a discussão.

Na casa de familiares policiais ouviram a versão segundo a qual E.C.D., de 28 anos, confessou ter lançado uma garrafa contra J.G. e que ela usou um caco de vidro para dar um golpe no pescoço do homem. Por ter segurado a garrafa quebrada E.C. teve uma lesão na mão direita.

A mulher deixou os filhos com uma irmã, confessou o crime, realmente motivado por uma dívida de entorpecentes e fugiu.

Com essa versão, dois irmãos, que chegaram a ser detidos como suspeitos de envolvimento no crime foram liberados. Até o começo da noite desta quarta-feira a mulher que supostamente foi autora do golpe contra o homem.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Tavares 28 de maio, 2020 | 10:16
se fosse trabalhador não tinha acontecido isso,mas com a ficha que ele tem ta explicado.
águia 28 de maio, 2020 | 07:00
Tão sem vergonha que já está na rua de novo, aí toma outra facada, e não sabe porque, ele mesmo briga com todos. Bairro cheio de traficante, deviam investigar mais. Já foi um ótimo bairro.
Juvenil 28 de maio, 2020 | 06:57
Se tivesse grave a ferida, ele estaria no hospital ainda, pois já está na praça bebendo de novo. Falta de vergonha na cara, essa família é toda complicada. Um prejudicando o outro. A droga rola solto, não temos mais o prazer de sentar na porta de casa, pq se vc não é assaltado você vê coisas que não queriam, e eles não tem educação nenhuma.
Batista 28 de maio, 2020 | 00:01
TRAFICO NA BICA DA 9 O DIA INTEIRO !!!!!!!!!!
NA BIQUINHA DO AMARO LANARI O TRAFICO DE DROGA ROLA SOLTO TODO DIA TODA HORA! QUEM MORA NA RUA 9 PERTO VE O TRAFICO NA BIQUINHA O DIA INTERO, E SEMPRE OS MESMO BANDIDO! NINGUEM PODE MAIS IR NA BIQUINHA MAIS, QUE É ESPACO PUBLICO!

ATENÇÃO POLICIA! FAZ ALGUMA COISA!
De Olho na Cidade 27 de maio, 2020 | 21:23
EU SEMPRE IREI BATER NESSA TECLA.. AMARO LANARI POR SER UM BAIRRO DE SIDERÚRGICA É POUCO VISADO PELO MEIO POLICIAL EM DILIGÊNCIAS MAIS OSTENCIVAS.. ISSO PORQUE ATÉ ENTÃO A POPULAÇÃO NÃO COLABORA DENUNCIANDO O TRÁFICO QUE ROLA SOLTO NESTE BAIRRO.. OS MAIORES TRAFICANTES DE ENTORPECENTES ESTÃO CAMUFLADOS NO LANARI, DISSO NÃO TENHAM DÚVIDAS.. A POLICIA DEVERIA AGIR COM MAIS RIGOR, ESTE BAIRRO JÁ FOI TRANQUILO HOJE EM DIA FICA DIFICIL DIZER A MESMA COISA.. E OLHEM QUE O COMANDANTE DA POLICIA MILITAR DE CORONEL FABRICIANO MORA NESTE BAIRRO E NEM ISTO METE MEDO NOS TRAFICANTE

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO