PF cumpre mandados judiciais em investigação sobre fake news

Agência Brasil - Brasília
A Polícia Federal (PF) cumpre, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27), ordens judiciais determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

As ordens judiciais tratam de investigações sobre fake news (inquérito nº 4.781), conduzidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

Os policiais federais cumprem 29 mandados de busca e apreensão em endereços no Distrito Federal, Rio de Janeiro, em São Paulo, Mato Grosso, no Paraná e em Santa Catarina.

O inquérito foi aberto “considerando a existência de notícias fraudulentas (fake news), denunciações caluniosas, ameaças e infrações revestidas de animosidades, calúnias, difamação ou injúria que atingem a honorabilidade e a segurança do Supremo Tribunal Federal, de seus membros e familiares, extrapolando a liberdade de expressão”.

A operação da PF visa pessoas que seriam ligadas ao chamado "gabinete do ódio", grupo de assessores ligados à Presidência da República, investigados por disseminar notícias falsas.

Entre as pessoas investigadas estão, o deputado estadual Douglas Garcia (PSL) de São Paulo, o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, Allan dos Santos, do site conservador Terça Livre, o presidente nacional do PTB e o ex-deputado federal Roberto Jeferson. Os detalhes da operação serão divulgados na tarde dessa quarta-feira.

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO