Usiminas anuncia novo diretor para a Usina de Ipatinga

Divulgação


Engenheiro metalúrgico formado pela Universidade Federal de Ouro Preto, Heltom é natural de Ipatinga e ingressou na Usiminas em 1986

A Usiminas informa que Heltom Muzzi será o novo diretor da Usina de Ipatinga. Ele irá ocupar a vaga de Américo Ferreira Neto, escolhido como vice-presidente Industrial da companhia. Engenheiro metalúrgico formado pela Universidade Federal de Ouro Preto, Heltom é natural de Ipatinga e ingressou na Usiminas em 1986, onde já desempenhou, entre outras funções, a de gerente de coqueria e carvão e de superintendente da Redução. Atualmente, ele está à frente da planta de Cubatão.

A usina da Baixada Santista, por sua vez, terá como novo diretor, Mateus Alexandre da Silva, que atuava como gerente-geral da Laminação a Frio e está na empresa desde 2001. Natural de Belo Horizonte, Mateus também é formado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal de Ouro Preto.

O anúncio foi feito hoje (25) durante reunião da diretoria da companhia. Os diretores das usinas devem assumir suas novas posições a partir do próximo dia 1º de junho. O presidente da Usiminas, Sergio Leite, deu as boas-vindas aos novos diretores e ressaltou, na ocasião, que “ao mesmo tempo em que vivemos um cenário desafiador, temos também a oportunidade de fazer a diferença diante de toda essa crise. Contamos com nossos diretores para sairmos ainda mais fortalecidos, competitivos e sustentáveis e desejo sucesso ao Heltom e ao Mateus nessa nova etapa de suas carreiras”. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Usiminas)

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Pedro Garcia 28 de maio, 2020 | 16:23
Parabéns aos dois muito bom ver pessoas de carreira assumirem posto de administração espero ansioso por retomada da usina de Cubatão ela é muito estratégica e com investimento correto muito produtiva abraços
Aposentado 27 de maio, 2020 | 13:14
Não entendi a matéria é sobre aposentados ou sobre uma pessoa que foi promovida na empresa? As empresas escolhem seu quadro de pessoal de acordo com a necessidade. Não cabe a nós uma mudança como empregados. Talvez como empregadores vamos tentar mudar e fazer um regime mais homogêneo. Aposentados poderiam ser ótimos empreendedores, consultores, mas muitas vezes preferem continuar no mesmo trabalho quando a empresa permite. Uma sugestão faça uma previdência privada e não dependa unicamente do governo. Senão você será mais um aposentado ocupando uma vaga dos mais novos daqui a alguns anos.
Milton 27 de maio, 2020 | 12:18
Parabéns! Sucesso...
Savio 26 de maio, 2020 | 10:45
Não podemos generalizar, sabemos da competência de aposentados, mas pela situação deve dar oportunidades a alunos que sobressariam bem nas faculdades e passarem por testes seletivos, para que todos competentes tenham sua oportunidade!
Luiz Coelho 26 de maio, 2020 | 09:41
Feliz por ver na chefia da usina um ipatinguense que, conhecendo bem as demandas locais, poderá dar uma grande contribuição para o desenvolvimento da cidade. Sucesso Heltom!!!
Luis Antonio Moreira 26 de maio, 2020 | 07:45
Estamos de acordo, temos que dar oportunidades aos grandes jovens que estudaram e com grandes capacidades de teoria. A prática é só dentro da empresa. Parabéns as empresas que estão investindo em pessoas jovens com grandes capacidades. Sou aposentado e ajudo muito a eles com o meu conhecimento prático. Estamos no caminho certo.
Soter Augusto de Oliveira Netto 26 de maio, 2020 | 06:18
Os profissionais jovens foram formados por universidades que se contaminaram pela política de esquerda e infelizmente se ocuparam em fazer política e não aprender técnicas de boa administração. Por isso há falta de dirigentes no Brasil.
Nosso problema da falta de dirigentes é mais sério do que se pensa.
Antonio 26 de maio, 2020 | 04:28
Aposentado não tira a vaga de nenhum jovem, quem tem competência e dedicação permanece no mercado, o que normalmente falta em alguns jovens,, lembre-se, o jovem de hoje se tiver competência e sorte será o aposentado de amanhã, portanto trabalhe com dedicação, não seja pura e tão somente um empregado, vista a sua empresa seja empresa como um todo, não tenha medo de de aposentados, mostre o seu talento, não seja preconceituoso
Domingos Araújo Neto 25 de maio, 2020 | 21:04
sabe porque os aposentados estao trabalhando no seu lugar, e porque vcs jovens de hoje sao incompetentes so vivem de teorias e nao da pratica. Talvez vc seja um deste. Sou aposentado e nao me troco por nenhum de vcs.
Marcelo Oliveira 25 de maio, 2020 | 20:20
Com certeza, agora a Usiminas vai pra frente, gerar muitos empregos, fazer um troca natural dos aposentados que, além de ocuparem vagas dos mais novos, tem o agravante de um alto salário para fazer que um jovem faria pela metade. Aposentados, obrigado pelo serviço prestado, mais está na hora de dar oportunidade para nós jovens.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO