Homem sofre tentativa de homicídio em Bom Jesus do Bagre

Autor atirou e desferiu golpes de faca em um homem no distrito de Belo Oriente

Alex Ferreira / Arquivo DA


Centro do distrito de Bom Jesus do Bagre

A Polícia Militar registrou uma tentativa de homicídio ocorrida no fim da manhã de sábado (23), na rua Profeta Jonas, no distrito de Bom Jesus do Bagre, em Belo Oriente. A vítima do atentado, T.S., de 36 anos, foi alvejada por disparos de arma de fogo, além de ter recebido facadas. O homem foi socorrido no local e levado ao Hospital Municipal Jaques Gonçalves Pereira.

Segundo testemunhas, o crime ocorreu por volta das 11h30, quando elas estavam em companhia da vítima na esquina da rua Profeta Jonas. O autor do crime teria passado por eles e depois retornou com uma arma de fogo, aparentemente um revólver calibre 22 e atirou à queima roupa em direção à cabeça da vítima. Nesse momento, a vítima se atracou com o autor e caiu no chão; o atirador sacou uma faca do tipo peixeira e desferiu vários golpes contra a vítima, acertando-a no tórax, ombro e cabeça.

No momento da briga, conforme relatos, a vítima conseguiu tirar a arma de fogo do tipo garrucha do poder do autor. A vítima entregou esta arma a um homem que estava no local.

O homem ferido foi transferido do hospital e Belo Oriente para o Hospital Márcio Cunha, em Ipatinga, onde foram constatadas perfurações no ombro direito, posterior da cabeça e tórax direito, todas provenientes de perfuro cortante, aparentando ser de faca.

A PM apurou que o autor do crime foi A.N.S., de 59 anos. Ao ir até a residência dele, na rua Profeta, os policiais foram recebidos pelo filho dele, R.N.A., mas não localizaram o autor do atentado. A PM seguiu para a rua Profeta João, para a residência do genro do autor, A.F.O., onde o criminoso também não foi localizado.

Por meio de testemunhas, a PM apurou que o filho do autor teria facilitado a fuga dele. O filho teria colocado o pai em um veículo e seguido em direção à área de plantio de eucaliptos da empresa de celulose localizada na cidade.

Porém, em relato à polícia, o filho disse que foi apenas até a creche municipal onde o pai trabalha, para encontrá-lo. Fato esse que foi testemunhado por uma moradora do distrito onde ocorreu o crime.

A respeito da motivação do crime, o filho disse que há 15 dias a vítima teria se desentendido com o seu pai, tendo, inclusive, indo à casa do autor para insultá-lo.

Os policiais seguiram para o Córrego da Espirradeira, zona rural do município, onde mora o irmão do autor do crime, na expectativa de localizá-lo, porém não houve êxito. A PM segue no rastreamento do homem responsável pela tentativa de homicídio.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Curto e Franco 24 de maio, 2020 | 20:26
Xulispa , com todos os poblemas que estamos passando com essa pandemia , os assaltos e a violencia nao para , ta precisando vir um virus pior .

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO