Ex-jogador Juvanês morre aos 51 anos

Ele se destacou durante duas décadas no futebol amador de Ipatinga e do Vale do Aço

Arquivo DA


Faleceu no início da tarde deste sábado o ex-meia-atacante Juvanês José da Silva, 51 anos, que se destacou durante duas décadas no futebol amador de Ipatinga e do Vale do Aço. Ele morreu no hospital municipal de Governador Valadares e será sepultado na manhã deste domingo (24) em Cuparaque, onde residia atualmente.

Juvanês sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) na última terça-feira (19), tendo sido atendido na UBS de Cuparaque e imediatamente transferido para o Hospital Municipal de Governador Valadares.

Juvanês atuou e foi campeão por diversos clubes, como Usipa, Novo Cruzeiro, Beira Rio, União, Veneziano, Mangueiras, Avante, além de atuar em agremiações de cidades vizinhas ao Vale do Aço como Belo Oriente, Dionísio, São Domingos do Prata, Córrego Novo e Bom Jesus do Galho.

Trabalhou vários anos como treinador das categorias de base da Usipa, além de uma breve passagem pelas mesmas categorias do Ipatinga Futebol Clube. Há cerca de dez anos transferiu residência para Cuparaque, onde incrementou a formação de jovens talentos nos clubes de futebol local, em especial o Fluminense, assim como nos projetos de esportes da prefeitura. Ele estava atuando como secretário de esportes da prefeitura local.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Irnac Valadares 24 de maio, 2020 | 23:03
Meus sentimentos de condolências e pesar a toda família, amigos e boleiros. Descanse em paz meu amigo Juvanes, também é conhecido por Giovane, principalmente aqui no Flamenguinho de Coronel Fsbriciano.???
Antonio de Oliveira. 24 de maio, 2020 | 13:07
Grande amigo ,jogamos juntos no time do Caf ,em Baixa verde. Meus sentimentos a todos familiares.....Gunia baixa verde.Dionisio MG.
Jones 23 de maio, 2020 | 23:10
Adeus Juvanês!
Há dois anos fui visitar os monolitos rochosos, que emergem do solo e criam um fascinante cenário natural entre distrito de Aldeia e a bucólica Cuparaque.
Na oportunidade - acompanhado pelo mano Jailton e a família -, presenteei o craque Juvanês com uma camisa alusiva ao celebrado Encontro de Futebol de Atletas Veteranos de Ipatinga - ENFAVI.
"Abafados" pelo tempo exíguo, consumido no deslocamento de Ipatinga para Valdares, Galileia, Conselheiro Pena, Goiabeira, Aldeia, Cuparaque, Ferruginha, Floresta, Central de Minas, Divino de Laranjeiras, São Vítor, Valadares e, novamente, Ipatinga, não tivemos a sorte de prolongar o papo eivado de reminiscências futebolísticas.
Permanecerá a saudosa lembrança deste último encontro com o parça Juvanês na sua amada Cuparaque.
Descanse em Paz!
Rubeniks Fernandes Filho 23 de maio, 2020 | 19:09
Grande perda que o Senhor conforte toda familia .
Adeus meu primo ...?
Erivelton Felix da Silva 23 de maio, 2020 | 19:06
Meus sentimentos aos familiares que Deus comforte os corações de voceis. Era uma grande pessoa dentro de Campo e fora eu tenho que ele fez um grande papel aqui na terra.
Simone 23 de maio, 2020 | 17:04
Fez uma bela história do futebol de Santana do Paraíso também, é uma grande tristeza para os cidadãos de Santana???

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO