Dnit libera mais seis quilômetros de pista duplicada na BR-381

O lote 7 passa a contar com 15 quilômetros de pista duplicada, de um total de 37,5 quilômetros

Divulgação Nova 381


O segmento aberto ao tráfego fica próximo ao município de Caeté e inclui a entrega de um viaduto de 600 metros

O Ministério da Infraestrutura, por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), informa que liberou mais seis quilômetros de pista duplicada na BR-381 no fim de semana. O segmento aberto ao tráfego fica próximo ao município de Caeté e inclui a entrega de um viaduto de 600 metros, que elimina uma curva de 1,2 quilômetro existente no trajeto entre Belo Horizonte e Governador Valadares, na região Leste de Minas Gerais, além de duas pontes sobre o rio do Peixe.

Esses seis quilômetros fazem parte do lote 7 das obras de duplicação e melhoramentos da BR-381, localizado entre o rio Una e Caeté. O segmento aberto ao tráfego, na sexta-feira (22), abrange o km 421 e o km 427.

Com os outros sete quilômetros que foram liberados em fevereiro deste ano, no lote 3.1 (trecho situado entre Jaguaruçu e ribeirão Prainha) e os outros nove liberados em março, no lote 7 (trecho situado entre Rio Una e Trevo de Caeté), já são 22 quilômetros de pista duplicada entregue ao tráfego pelo Dnit. Em 2019, foram liberados 15 quilômetros.

Obras

O lote 7 passa a contar com 15 quilômetros de pista duplicada, de um total de 37,5 quilômetros. Das 11 Obras de Arte Especiais previstas (OAE - pontes, viadutos rodoviários e passarelas) seis pontes, dois viadutos e duas passarelas estão concluídos, sendo que a última passarela, localizada no km 422, está 100% montada, faltando apenas acabamentos.

Com 28,6 quilômetros de extensão, o lote 3.1 apresenta 12,7 quilômetros contínuos de pista duplicada concluídos, incluindo os túneis Antônio Dias e Prainha. Das 12 OAEs previstas, nove estão concluídas, duas em andamento, faltando iniciar apenas a ponte do ribeirão Prainha. A expectativa do Dnit é entregar os lotes 3.1 e 7 totalmente modernizados e duplicados ainda este ano.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Paulo Costa 29 de maio, 2020 | 10:06
Temos que falar a verdade. Nunca vimos nenhum trecho desta estrada ser liberado. Em todos governos passados nada! Absolutamente nada!!! Mas agora, Graças a Deus, com governo honesto estamos vendo o trabalho andar não com asfalto de 2 cm, mas com concreto armado!!!!! Maravilha!!!
José Miguel da Silva 24 de maio, 2020 | 16:03
Estou ansioso para trafegar na 381 duplicada, vai ficar mais segura para o tráfego.
Shesheu 24 de maio, 2020 | 11:29
Prezado Marcelo Oliveira, se terminar a duplicação rápida, como nossos nobres políticos irão se reeleger nas eleições? Isso aí é o maior cabide eleitoral! Lembra do Alexandre Silveira, como era votado sempre prometendo a duplicação? Outra coisa é aquele asfalto lá na estrada da Mata do Parque, todas véspera de eleição, enche de máquinas e asfaltam um 03km, passa a eleição eles dizem que falta licença ambiental e vão embora! Isso é Brasil!
Marcelo Oliveira 23 de maio, 2020 | 15:43
Pelo que tudo indica, acredito que até 2150, essa BR da morte estará totalmente duplicada, parabéns Brasil, pátria corrupta!

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO