Em Fabriciano, rede municipal de ensino retorna às aulas segunda-feira (25)

Prefeito anuncia volta dos alunos do 6º ao 9º ano pelo fato de os números de covid-19 no município permitirem

Wôlmer Ezequiel


O prefeito Marcos Vinicius disse que o sistema de saúde está preparado e ocioso neste momento e isso associado aos números dá segurança para a volta gradativa das aulas

O prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinícius Bizarro (PSDB), confirmou ao Diário do Aço o retorno das aulas presenciais na próxima segunda-feira (25). Cerca de 1.590 alunos, do 6º ao 9º ano e da (Educação de Jovens e Adultos (EJA), deverão voltar à cinco escolas da rede municipal de ensino: Nicanor Ataíde, Paulo Franklim, Conceição Ataíde, Maria das Graças Ferreira e Argeu Brandão.

O chefe do Executivo fabricianense afirmou que a decisão se fundamenta nos números de covid-19 considerados confortáveis no município. Segundo ele, o isolamento social não está sendo cumprido conforme pregam os defensores desta medida; “o povo está nas ruas”.

Outra justificativa é que o sistema de saúde do município está plenamente preparado para atender uma possível demanda de casos de complicações de pacientes por causa do novo coronavírus. Enfatiza, entretanto que, no momento, esse sistema está ocioso. Segundo ele, “não temos nenhum caso de covid-19 deitado nos leitos. Temos 14 leitos para casos de covid, dos quais, cinco deles de UTI”, pontuou.

Medidas de segurança

Marcos Vinícius afirmou ainda que todas as medidas de segurança e sanitárias serão tomadas para proteger os alunos, professores e demais servidores da educação. “Nos próximos 14 dias iremos trabalhar com alunos dessas séries e eles terão à disposição máscara, álcool em gel e líquido, além de termômetros infravermelhos para aferir a temperatura. Esse trabalho será feito por nossos auxiliares e agentes Comunitários de Saúde”, adianta.

O prefeito acrescenta que, depois desse período, caso a situação permaneça sob controle no município, será estudada a volta às aulas para alunos das séries iniciais. O universo de estudantes da rede municipal de ensino no município gira em torno de 9 mil.

Marcos Vinicius acrescenta que algumas ações devem ser impetradas na Justiça para impedir a volta às aulas presencial, mas acrescenta que seu departamento jurídico está preparado. “Estou respaldado por minha estrutura. Temos um jurídico pronto para agir. Já derrubamos três liminares e continuaremos, porque nosso sistema de saúde dá conta. Estamos tranquilos atualmente, mas, se for o caso, futuramente se os números da covid forem muito diferentes dos de hoje, poderíamos rever a decisão, sem problema algum”, assegura.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Maria José 23 de maio, 2020 | 12:49
Cadê o MP? Isso é inresponsavel os números estão triplicando em Ipatinga e Timóteo e só em Coronel Fabríciano que os números estão diminuindo? Acho um absurdo a falta de noção das pessoas, porque infelizmente o mundo todo está parado para preservar vidas e não é questão de economia é uma questão de vida. O senhor prefeito deveria fornecer um benefício para quem não pode trabalhar nesse momento, agora colocar a vida das nossas crianças em risco, isso é crime!
Tjanos 22 de maio, 2020 | 19:28
As aulas nas escolas particulares e estadual nao vao voltar...e ele disse..nao podemos perder o ano letivo...mas voces esqueceram quanto mais casos de covid mais dinheiro a cidade recebe...
Vanessa 22 de maio, 2020 | 18:28
Aiai.. ficou nas redes sociais falando que a filha iria pra escola e agora quer mandar Somente de 6° ao 9° ano.
Prefeito, caiu demais no conceito viu....
Vergonha
Fabianababi1980@gmail.com 22 de maio, 2020 | 14:55
O nosso governador romeu zema tinha é que cancelar o ano letivo deste ano .
Christiano Andrade Carvalho 22 de maio, 2020 | 14:08
Prefeito que desafia o poder judiciário . Sujeito sem preparo onde será que formou em medicina. A culpa é do povo votar em uma figura despreparada como esta.
Silva@silva 22 de maio, 2020 | 14:00
Porquê ao invés de mandar os Filhos da gente para a escola, os professores forneçam o material para eles estudar em casa , e os pais leva para o professor corrigir , sendo assIm o aluno não ganha falta e não fica prejudicado ! Nem correria maiores riscos
Docirlei 22 de maio, 2020 | 13:43
Quero ver se vai colocar seu filho pra voltar às aulas presenciais
Luis Felipe 22 de maio, 2020 | 12:33
Toda minha família tá cumprindo isolamento, só saindo de máscara quando necessário, agora meus tios q tem filho estudando no 9 ano vao ter q correr risco por causa da irresponsabilidade desse prefeito
Girlani Gomes Duarte 22 de maio, 2020 | 11:06
Irresponsável!!!! Eu não mandaria. Ele com certesa tem um bom convênio né!? Agora estes estudantes ... têm? Ele vai dar garantia para estas pessoas que pegar???? Ridículo!!!
Tanto Faz 22 de maio, 2020 | 10:17
Não sou a favor de abrir as escolas agora porque não há nenhum tratamento eficaz e nenhuma vacina pronta contra essa doença. Eu de forma alguma mandaria um filho meu a escola se está aglomeração está acontecendo nas ruas é pq as portas dos comércios estão abertas os casos so vem aumentando a cada dia vai esperar começar a morrer para se tomar alguma atitude sensata ???????
Adair Eller Gonçalves 22 de maio, 2020 | 09:37
Quem não concorda, não é obrigado a mandar o filho pra escola. São esses tipos de pessoas que só pensa no seu próprio estômago .sabendo que centenas de milhares de país de família estão com seus carros escolares parados e sem renda. Com certeza são os mesmos que nunca ligaram pro seu transportador pra saber se ele precisa de uma cesta básica. Prefeito está de parabéns. Com certeza ele não faz parte dessa corja de políticos que usufruem da pandemia pra tirar proveito de si próprio... Se pode colocar 40 com máscara dentro de um ônibus, pq nao dentro de um sala de aula?
Roberto 22 de maio, 2020 | 08:54
Engraçado isso? Se o Sr prefeito e as autoridades do nosso município tivessem regrado mais ninguém estariam fazendo aglomeração , agora bem colocar culpa na população que estão saindo de casa , então nossas crianças podem voltar às aulas serem contaminadas e voltarem pra suas casas levando virius pras famílias . Duvido que nossas crianças vão ficar quatro horas com mascars nós rosto sendo que até pra nós adultos já e encomodo
Donizete 22 de maio, 2020 | 08:39
Gostaria de saber do senhor prefeito se em todos municípios brasileiros e estados pregam uma so linguagem,isolamento devido essa epidemia do covid 19 não ter alcançado a curva quer dizer o pico da pandemia,Se vier ter um crescimento acelerado é com isso obviamente ter obtos como neste momento o senhor vai se responsabiliza por isso tbm prefeito. Por favor não seja hipócrita nossa cidade não tem capacidade para suportar isso. Porquê eu como pai não serei irresponsável de mandar meu filho pra uma sala de aula neste momento.
Patriota Sem Partido 22 de maio, 2020 | 08:16
O Sr. prefeito poderia ser indicado pelo presidente Bolsonaro para ocupar o Ministério da Saúde, pois além de Médico e político, tem um sobrenome muito sugestivo para o momento que estamos vivendo. Para quem não gosta de políticos, sugiro procurar informar-se sobre a Constituição Federal e o ECA no que se refere à Educação e as responsabilidades da Família, da Sociedade e do Estado nesse quesito. Educação não pode ser comparada com cloroquina, que a direita, se quiser toma, e tubaína, que a esquerda, se quiser tomamos.
Brasil 22 de maio, 2020 | 08:01
Parabéns prefeito... As palavras foram corretíssimas... Não esta havendo isolamento como se deve ser, as pessoas estão nas ruas, em reunião familiar, aglomeradas em supermercados, etc... Os cuidados essenciais como higienização e uso de mascaras podem ser praticados em escolas e nos demais comércios... Parabéns prefeito.
Parabéns... Parabéns...
Não Gosto de Políticos 22 de maio, 2020 | 06:11
Que tal fazer assim, quem quer colocar o filho para ir a escola coloca, quem não quer não coloca e todos assim respondem pelos seus atos.
Nelson 22 de maio, 2020 | 06:03
É um irresponsável! Colocando a vida de nossas crianças e professores em jogo.Lastimável Fabriciano está sem comando.
Zoio de Zoiar 21 de maio, 2020 | 23:23
Quero ver a desculpa do Sr. Prefeito quando começarem a empilhar caixões, saúde em colapso e famílias sem poder enterrar dignamente seus entes queridos. Vai por a culpa no MP ou na própria população mesmo ? Vamos ver onde isso vai dar ?
Marina 21 de maio, 2020 | 23:22
Se fosse prefeito em minha cidade nunca mais ganharia. Ridículo!! Ainda bem q não é!!se eu fosse os pais não levaria o filho.
Edimar Silva 21 de maio, 2020 | 23:13
O PREFEITO ESTA DE PARABÉNS.
SE EU FOSSE FUNCIONÁRIO PUBLICO LÓGICO QUE EU QUERIA FICAR EM CASA QUIETINHO RECEBENDO MEU DINHEIRINHO TODO MÊS.
SÓ QUE NÃO ;OS PAIS(MAES) DE FAMILIAS E OS PROFESSORES QUE NÃO QUEREM O RETORNO DAS AULAS SÃO OS MESMOS QUE ESTAM ENCHENDO OS SUPERMERCADOS, AS LOJAS E AS RUAS DA CIDADE E POR INCRIVEL QUE PAREÇA LEVAM SEUS FILHOS E NÃO USAM MASCARAS.
E AS CRIANÇAS SÃO AS MESMAS QUE ESTAM PELAS RUAS AFORA FAZENDO COISAS ERRADAS E SENDO MANIPULADAS POR PESSOAS ESCRUPULOSAS E MILICIAS DA CIDADE.
COMO DIZ AQUELE DITADO ANTIGO:
MELHOR UMA CRIANÇA NA ESCOLA DO QUE A MERCE DE TRAFICANTES E A SEREM UTILIZADAS PELOS MARGINAIS.
VAMOS LARGAR DE LADO A POLITICA E APOIAR O RETORNO DE TODOS OS RAMOS DE ATIVIDADES, POIS ASSIM NAO TEREMOS DESEMPREGOS.
Adriana 21 de maio, 2020 | 22:50
Parabens prefeito deveria ser o proximo candidado para Ipatinga
Rosaria Alves 21 de maio, 2020 | 22:27
Não sou professora,mas concordo com o prefeito.Ele é médico e sabe o que faz.Ao meu ver,tudo deveria voltar a funcionar com segurança,pois o desemprego e sofrimento dos menos favorecidos será sem precedentes.Além do mais muitas pessoas que moram sozinhas podem escapar da Covid,mas morrer pelo isolamento.
Claudiacalhau37@gmail.com 21 de maio, 2020 | 22:06
Ah ta, matar os professores não tem problema não né? Toda vida é valiosa. Ele está é fazendo as pessoas de cobaias e testando esta teoria de que o sistema de saúde está vazio. Com vaga. Que bom que está vazio,né? Sinal de que as pessoas estão se cuidando. Mas tá ruim? Vamos voltar com as aulas, pra ver se enchem os leitos em que preparamos né?
Santa burrice!
Gildázio Garcia Vitor 21 de maio, 2020 | 21:49
O presidente Bolsonaro, em conversa com apoiadores no fim da tarde de hoje, disse que é preciso ter calma para reabrir escolas, e ainda nem tinha saído o balanço da Covid-19 do dia, com o seu recorde macabro: 1.188 novas mortes e 310 mil casos confirmados.
Gildázio Garcia Vitor 21 de maio, 2020 | 21:35
O Prefeito de Ipatinga, que não é Médico, está, desde o início da Covid-19 na RMVA, tomando as medidas mais sensatas e corajosas com vistas a preservar vidas. Por isso, somente hoje os professores da Rede Municipal tivemos uma reunião com a equipe diretiva das escolas para tomarmos conhecimento e decidirmos sobre a melhor forma do retorno das atividades, por enquanto não presenciais, para os alunos. Na E.M. Deolinda Tavares Lamego, a Diretora Elaine e sua equipe de seis mulheres fizeram as reuniões utilizando o Google Meet, foi bem legal, apesar de alguns contratempos humano-tecnológicos.
Não Sou Professora 21 de maio, 2020 | 21:06
Penço que o prefeito esta equivocado com as voltas as aulas, o prefeito quer colocar as professoras trabalhar ta bom tem outros trabalhos para elas, mas colocar crianças em risco de vida com esta doença e muita irresponsabilidade e de mal gosto. Prefeito o senhor podera matar muitas crianças para com esta loucura.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO