Seleção para nova mantenedora do Hospital Vital Brazil se aproxima do fim

Em nota, a Aperam informou que o processo de busca de novo parceiro para assumir a gestão e operação do HMVB está caminhando para fase final

Wôlmer Ezequiel


Atualmente, o hospital é gerenciado pela Sociedade Beneficente São Camilo, que deixará a gestão da unidade até setembro deste ano

O processo de escolha para a nova mantenedora do Hospital e Maternidade Vital Brazil (HMVB), em Timóteo, já está na fase final. A informação é da Aperam South America, em nota enviada ao Diário do Aço nesta quarta-feira (20). Atualmente, o hospital é gerenciado pela Sociedade Beneficente São Camilo, porém, no início deste ano, a mantenedora anunciou que não iria renovar o contrato de gestão, que vence em setembro, e que devolveria o imóvel à Aperam South America.

Em nota, a Aperam informou que o processo de busca de novo parceiro para assumir a gestão e operação do HMVB está caminhando para fase final. “A empresa ressalta que está realizando os acertos finais da mudança e em breve irá divulgar aos empregados e comunidade do Vale do Aço o nome deste novo e importante parceiro”, salientou.
A Aperam também reforçou que “ainda mantém seu objetivo principal em firmar parceria com uma empresa que seja referência em operações hospitalares”.

Entenda

Em janeiro deste ano, o município de Timóteo foi notificado pela Sociedade Beneficente São Camilo, por meio do ofício 06/2020, sobre a intenção de rescindir o termo de compromisso de manutenção dos serviços prestados no HMVB, em Timóteo, e a devolução do imóvel à Aperam South America. O contrato de comodato com a empresa vence em setembro deste ano e desde 1992 o hospital funciona por meio dessa parceria.

Em entrevista à imprensa, no dia 3 de fevereiro deste ano, representantes da Aperam South America anunciaram que tinha sido criado um grupo multifuncional para buscar uma nova mantenedora para o hospital.

Na época, o diretor de Recursos Humanos da Aperam, Luiz Otávio Procópio, havia informado à imprensa que era possível encontrar uma nova mantenedora antes do prazo previsto, que é setembro. Já em relação à continuação dos atendimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e a permanência dos equipamentos do Hospital Vital Brazil, o diretor adiantou na entrevista que “tudo isso será negociado com o parceiro escolhido”.

Histórico

O Hospital Acesita foi fundado em 1952, sob a administração da então Acesita, para atender a comunidade de Timóteo e cidades próximas (Antônio Dias, Marliéria, Jaguaraçu, Córrego Novo, São José do Goiabal, Dionísio, dentre outras), iniciativa que visava estimular a fixação dos empregados na cidade. A gestão de funcionamento do Hospital Acesita era de responsabilidade da empresa até o ano de 1992, quando foi firmado o contrato de comodato com a Sociedade Beneficente São Camilo para administração e operação do hospital. A entidade foi renomeada como "Hospital Maternidade Vital Brazil". O contrato de cessão de comodato foi renovado quatro vezes, e o atual prazo de cessão que segue até setembro de 2020 poderia ser renovado por mais 10 anos, condicionado ao nível de certificação ONA Nível 3, que foi concedido em 2019.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO