Músicos pedem ajuda em Coronel Fabriciano

O chefe do Executivo manifestou apoio à classe e se prontificou a avaliar medidas futuras que possibilitem o retorno às atividades dos músicos em pontos tradicionais do município

Divulgação


Os artistas foram recebidos no gabinete do prefeito Marcos Vinícius

Um grupo de músicos de Coronel Fabriciano foi recebido nesta segunda-feira (18) pelo prefeito Marcos Vinícius (PSDB) em seu gabinete. Na ocasião, o grupo apresentou as dificuldades enfrentadas pela categoria na cidade em tempos de pandemia, por conta do funcionamento limitado de estabelecimentos em que, geralmente, eles (músicos) se apresentam.

O chefe do Executivo manifestou apoio à classe e se prontificou a avaliar medidas futuras que possibilitem o retorno às atividades dos músicos em pontos tradicionais do município, de modo a não prejudicar as ações já adotadas pela gestão no combate à pandemia.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Josimar Bastos 19 de maio, 2020 | 05:10
Estamos todos enfrentando uma situação inesperada. É um ano de sobrevivência, e não de crescimento.
Quem tem um bem móvel, venda-o , levante um dinheiro extra, corte gastos desnecessários e se previnam . Vamos precisar reinventar nossa maneira de viver. Porquê essa tempestade vai passar, mas vai demorar. Deus é conosco ! Sejamos otimistas.
Domingos Tibúrcio 18 de maio, 2020 | 22:59
Brincadeira, hein?! Estão dando pilha pro prefeito, né? É isso, façam o trabalho inverso, invistam na falta de percepção.
Palhaço 18 de maio, 2020 | 17:17
Isso ai, todo mundo junto e misturado, uns com máscaras e outros sem. Vamos se agarrar, lotar os estabelecimentos, COVID não e nada mesmo ne gente....

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO