Bolsonaro leva ministros a manifestação pró-governo

Manifestação teve gritos contra Sergio Moro, STF, caixão e repórter de TV atingida por golpe desferido por manifestante


O presidente Jair Bolsonaro voltou a acompanhar uma manifestação pró-governo em Brasília neste domingo (17), dessa vez ao lado de ao menos onze ministros.

Como em outras manifestações, entre os alvos do protesto estavam, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, além do Supremo Tribunal Federal (STF).

Urnas com fotos de Moro e Maia eram carregados pelos manifestantes, que a todo momento entoaram gritos de apoio a Bolsonaro e de repúdio contra o STF. “STF, preste atenção, a sua toga vai virar pano de chão”, cantaram algumas das pessoas presentes no protesto.

Durante o protesto, uma repórter da TV Bandeirantes chegou a ser atingida por um golpe com a haste de uma bandeira do Brasil, que estava nas mãos de uma apoiadora de Bolsonaro. Outros manifestantes intervieram e impediram a mulher de continuar com as agressões.

Na rampa do Palácio do Planalto, o presidente afirmou que a manifestação organizada neste domingo era ‘espontânea’.

Contrários ao isolamento

Manifestantes se aglomeraram em frente ao Palácio do Planalto, ignorando recomendações de autoridades sanitárias para que se mantenha o distanciamento social a fim de conter o avanço do novo coronavírus. Os apoiadores do governo são contra qualquer tipo de isolamento.

Usando máscara, Bolsonaro apareceu no alto da rampa do prédio por volta de meio-dia. Algumas dezenas de pessoas se aglomeravam à espera do presidente, a maioria delas carregando faixas, bandeiras nacionais e vestindo verde e amarelo.

Entre os ministros presentes estavam Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), André Mendonça (Justiça), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Tereza Cristina (Agricultura), Bento Albuquerque (Minas e Energia), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Abraham Weintraub (Educação).

Parlamentares e ao menos dois filhos do presidente, o deputado Eduardo Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro, também saudaram os manifestantes no Planalto.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO