Bandido jovem é preso por assaltar taxista em Coronel Fabriciano

Policiais militares prenderam ainda outro suspeito de dar apoio ao crime na madrugada desta quinta-feira

Wellington Fred


Os policiais militares localizaram o suspeito durante buscas no bairro Santa Terezinha

O roubo praticado contra um taxista de Ipatinga terminou com duas pessoas presas e ainda porções de drogas apreendidas. Um dos suspeitos do crime praticado na madrugada de quinta-feira (14) foi preso. O caso foi registrado na rua Paracatu, no bairro Santa Terezinha, em Coronel Fabriciano.

O motorista, de 32 anos, relatou que trabalha como taxista e que estava no ponto do terminal rodoviário de Ipatinga, quando por volta de 2h30, um indivíduo alto, gordo, vestido com blusa azul, calça e boné pretos, solicitou seu serviço para uma corrida ao bairro Santa Terezinha, na cidade de Coronel Fabriciano.

No bairro do destino, o taxista parou no local combinado. Nesse momento o assaltante que ele havia transportado retirou um objeto com a aparência de ser uma arma de fogo e anunciou o roubo. Levou vítima as chaves do carro e uma quantia aproximada de R$ 250.

O assaltante teria dito que iria levar o carro e mandou que o taxista saísse do veículo, mas o criminoso se assustou com a passagem de um automóvel e fugiu a pé e desapareceu na rua Paracatu. A equipe da Polícia Militar que foi acionada anotou as características do bandido e saiu à procura.

Os policiais observaram que o indivíduo parecia com M.C.C., de 19 anos, já conhecido pela prática de diversos crimes e que mora nas proximidades do local onde ocorreu o assalto. Os militares, ao se aproximarem da residência, perceberam que uma pessoa, identificada depois como sendo o J.R.V.B., de 26 anos, correu ao notar a aproximação policial e se escondeu em um barracão.

M.C. foi encontrado e inicialmente disse que estava dormindo na hora do assalto. Ele autorizou os PMs a entrar no imóvel e, nas buscas foram localizadas 14 buchas de maconha e ainda R$ 136 jogados debaixo de uma cômoda, 26 anéis, sacolinhas plásticas e ainda um dischavador (triturador) de maconha.

Confessou o assalto ao taxista

O suspeito acabou por confessar o assalto ao taxista diante da descoberta da chave do carro, localizada pelos policiais dentro do armário. O assaltante confesso disse que usou um pedaço de cano para simular uma arma de fogo, objeto também encontrado caído na rua, nas proximidades da casa do bandido.

Em seguida, os PMs encontraram J.R. que havia corrido e se escondido em um barraco. O suspeito disse que não sabia de nada e que apenas estava com R$ 112, dinheiro trocado levado do taxista.

O detido alegou que fumava maconha e que por isso saiu correndo ao ver a aproximação da equipe da PM. Os policiais desconfiaram que J.R. deu algum tipo de apoio a M.C. para a prática do roubo.

Os dois detidos foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil com os objetos apreendidos pelos policiais militares. Uma testemunha reconheceu M.C. como o passageiro que solicitou a corrida no ponto de táxi no Centro de Ipatinga.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Curto e Franco 15 de maio, 2020 | 17:46
Eu so nao entendo porque nao mostra a cara desse noiado do capeta , a cada dia que passa esses trastes sao protegidos.
Jeferson 15 de maio, 2020 | 00:11
Bandido assustou com a passagem do meu automóvel. Que bom que prenderam ele.
Bolsonaro 14 de maio, 2020 | 18:16
NUNCA VI UM LUGAR PEQUENO TER TANTO VAGABUNDOS AMADORES E VACILÕES .
TUDO QUE FAZEM A POLÍCIA BOTA A MÃO RAPIDINHO. E DÃO SORTE QUE A POLÍCIA É BOAZINHA PORQUE DEPENDENDO DO LUGAR PEGAR UM BOSTA DESSE AS 2 DA MADRUGA ERA CAIXÃO E VELA PRETA......

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO