Eleições no Cruzeiro

Aurélio Caixeta

Divulgação


Aurélio Caixeta
Por uma decisão em 1ª instância, três dos 30 conselheiros expulsos pelo presidente do Núcleo Gestor do Cruzeiro, Dalai Rocha, conseguiram retornar ao conselho do clube, ainda que provisoriamente, e por isso, até segunda ordem ou outra decisão judicial superveniente, podem votar nas eleições do dia 21 de maio, e mesmo assim, com os votos sendo coletados em separado, uma vez que aguardam o julgamento do processo colegiado.

Em sua defesa, Carlos Alberto Monteiro, Rodrigo Mário de Freiras e Luiz Carlos de Freiras alegaram que não recebiam salários no clube, garantiram que eram prestadores de serviço. Se a moda pega, essas ações judiciais podem ser muito prejudiciais ao Cruzeiro.

A VOLTA AOS TREINOS
Com o Galo se preparando para voltar a treinar em Vespasiano e o América tentando voltar às atividades em Contagem, o Cruzeiro tentou e conseguiu, na tarde de quarta-feira (13), uma autorização da Prefeitura de Belo Horizonte para retomar as atividades na Toca da Raposa 2.

O secretário de Saúde da PBH, Jackson Machado, que já mostrava boa vontade com a solicitação cruzeirense, afirmou que não tem motivos para o time não voltar a treinar. Enfatizou, porém, que sejam observadas as medidas de prevenção já anunciadas junto ao chefe do Departamento Médico do Cruzeiro, Sérgio Campolina, ou seja, assumindo o compromisso de que tudo será feito com critério e responsabilidade. Agora cabe ao departamento de futebol marcar a data para a apresentação dos atletas na Toca 2.

Com a palavra, também, a FMF e a CBF. Voltando os três grandes da capital, os times do interior não teriam também que voltar às atividades? O pior é que alguns clubes já desmontaram seus elencos. E aí, como fica?

GALO QUER ECONOMIZAR
Com a redução de salários e a dispensa de jogadores com altos salários, o Atlético pretende fazer uma grande economia. Acontece que, para rescindir contratos em vigor, o clube tem que ter grana para indenizar os atletas que não forem negociados ou emprestados, o que não está fácil no mercado, devido à pandemia. Ou o clube faz bons acordos ou terá que amargar uma chuva de processos judiciais depois.

O presidente Sérgio Sette Câmara, preocupado com salários atrasados, negociações de atletas e algumas contratações, evita falar em eleições, mas já admitiu a hipótese de ser candidato à reeleição. No entanto, acha prematuro e irresponsável abordar este assunto nesse momento.

IPATINGA
Em nova entrevista coletiva, o presidente do Ipatinga, Nicanor Pires, falou em conseguir um empréstimo para seguir com a revitalização do CT, que já foi iniciada, e voltou a falar que acredita que os empresários vão abraçar o clube, participando do projeto 3ª Camisa, que visa arrecadar recursos para quitar salários atrasados e dar as condições necessárias para o time retornar com força e buscar o acesso para à 1ª Divisão. Boas falas, mas alguém sabe quando vão retornar os nossos campeonatos? Lembrando que são quatro meses de salários em atraso por lá.

UMAS E OUTRAS...
- O volante Leo Sena pode ser o primeiro reforço do Galo na era Sampaoli. Já está tudo acertado com ele, mas resta saber se o Goiás, do técnico Ney Franco, vai liberá-lo.

- Com sua equipe, Marcelão Alves, ex-goleiro, técnico e atual comentarista esportivo, está mandando bem na live no Instagram com o programa “Debaixo do Gol”. Sai debaixo.

- Jesinho (Dulce Flores) e Edinho, sempre apoiando no Tigrão, estão acompanhando as obras de revitalização do CT do clube, no bairro Cariru. Eles estão esperançosos de uma virada pra melhor no futuro do time. Que assim seja.

- Um alô especial para Ademir Timóteo, que é cruzeirense doente e vovô em tempo integral. Gente boa.

Semana que vem tem mais. E nós esperamos que sejam notícias melhores, já com a definição da volta dos campeonatos.

Contatos com a coluna: e-mail – caixeta.aurélio@gmail.com.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO