Conselheiros expulsos terão direito a voto

As eleições para escolher o presidente e os novos membros da mesa diretora do Conselho Deliberativo do Cruzeiro, no 21 de maio, poderá ter a presença e voto de três ex-conselheiros expulsos do clube. Afastados por supostamente terem recebido dinheiro enquanto estavam no cargo, eles conseguiram o direito na Justiça o direito de voto. Caso o clube descumpra a decisão, pode acarretar em multas diárias, que variam de R$ 10 mil a R$ 300 mil. Luiz Cláudio Rocha (Xedinho), Roberto de Freitas Rocha e Carlos Alberto Monteiro conseguiram a vitória judicial e poderão eleger o novo presidente do clube.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO