'Tem algo diferente aqui no Vale do Aço'

Prefeito de Coronel Fabriciano destaca baixa transmissão de covid-19 no município

Reprodução de vídeo


Marcos Vinícius, em entrevista ao Microfone Aberto, destacou que, passadas três semanas da flexibilização, casos não aumentaram

O prefeito de Coronel Fabriciano, Marcos Vinícius, reafirmou que a pandemia de covid-19, no município, é mantida sob monitoramento constante e que, passadas três semanas da flexibilização para o funcionamento do comércio em Coronel Fabriciano, os casos não aumentaram.

Em entrevista ao programa Microfone Aberto, na rádio Educadora, na manhã de segunda-feira (11), o prefeito também alertou que o coronavírus veio para ficar e não há, no momento, nenhuma previsão de uma vacina.

E, ainda que apareça uma vacina, o grupo de risco será prioridade. “Resta às pessoas aprenderem a conviver com essa doença como já convive com o H1N1 (gripe) e tantas outras”, enfatizou.

Marcos Vinicius disse esperar que não tenha de parar tudo novamente, mas, se necessário, será feito. Por isso, as pessoas devem evitar aglomerações, usar máscaras e cuidar da higiene das mãos, entre outras medidas preventivas.

“Vamos fazer de tudo para que não ocorra aumento no número de casos, mas se tiver, o poder público terá que garantir o suporte para quem tiver agravamento da situação. O fato é que tem algo diferente aqui no Vale do Aço, em relação à pandemia, pois no caso das pessoas contaminadas, os familiares não foram infectados. Isso é bom. Não sabemos qual é esse fator. Agora vem um período com temperaturas mais baixas e isso é preocupante porque no frio as pessoas têm a tendência em aglomerar. Estou vendo que as pessoas estão conscientes e muitos já tomam cuidados especiais para evitar a contaminação e tem que ser assim mesmo", detalhou.

O prefeito acrescentou que o isolamento só tem um objetivo: deixar tempo para preparar os hospitais ao atendimento daqueles que tiverem agravamento da doença e isso está sendo cumprido.

"Então porque deixar as pessoas permanentemente fechadas dentro de casa?", indagou.

Para Marcos Vinicius, quem tem saúde e precisa trabalhar, que saia, atendendo aos requisitos de segurança. “Já quem não tem necessidade, ou que pertença a um grupo de risco, que não saia”, enfatizou.

Por fim, o prefeito afirmou que a tendência hoje é de acomodação dos casos de covid-19 e a saída da população será conviver com essa doença, como já convive com outras.

“Em meados de abril já avaliávamos que o Brasil teria 100 mil infectados e mais de 10 mil óbitos. E são esses os números de agora. Não é invenção era o que a epidemiologia mostrava no país que tem mais de 200 milhões de habitantes.

“E as pessoas não podem somente olhar o número absoluto de óbitos, por exemplo. Há outras patologias envolvidas com as pessoas que perderam sua vida. Então o que resta é a população acreditar na medicina, na ciência, e tomar os cuidados necessários”, concluiu.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Brasil 26 de maio, 2020 | 08:11
Sabias palavras... Precisamos de mais governantes assim... Estamos expostos a uma infinidade de vírus no dia a dia e se fosse levar ao pé da ignorância nós não podíamos fazer nada na vida, tínhamos que cavar um buraco e nos enterrar... Todos os dias milhares pessoas entram em hospitais com todos os diversos tipos de enfermidades, existem vírus muito pior que esse corona e que ninguém fica isolado por causa dele, o H1N1 é muito mais perigoso e ninguém ficou isolado no seu ápice, alias, o H1N1 continua matando...
Sou a favor que o grupo de risco deve se proteger sim, os demais devem voltar as suas atividades normais com as devidas proteções e higiene. A vida segue.
Lembre, ignorância das pessoas levam a morte... Sejamos inteligentes e vençamos esse vírus invisível.
Ricardo Araujo Pereira 26 de maio, 2020 | 06:31
Tem todo o meu respeito prefeito..pois vc e o unico chefe do executivo q realmente tem capacitacao p nos dar uma resposta p nossa populacao...bom trabalho... Brasil acima de tudo...Deus acima de todos...
Victor 16 de maio, 2020 | 13:56
Esses maçons são homens BIZARROS..
tem algo diferente sim.. falta de exames, cara de pau dos gestores públicos picaretas e a covardia de empresários vagabundos q financiam a matança
Leonardo Zanoli 14 de maio, 2020 | 14:49
Minha opinião,ou estão ocultando os dados para manter os comércios abertos,ou o prefeito é milagroso. Pq as pessoas circulam sem máscaras,não respeitam o distanciamento e não tomam medidas protetivas.
Não faz sentido nem lógica somente este município em todo o estado não haver casos de covid19. Sem lógica.
Josimar Bastos 13 de maio, 2020 | 12:59
Opinião de quem entende , e é coerente com os especialistas. Parabéns Sr prefeito !
Sandra 13 de maio, 2020 | 12:56
Parabéns prefeito, não conheço ninguém que teve corona, vou ao centro da cidade todos os dias, supermercados, lojas farmácias...Vamos trabalhar ??
Gerson.gratival@yahoo.com.br 13 de maio, 2020 | 07:50
Ensina ao prefeito de Timóteo Douglas Dória como se faz.
Roberto 13 de maio, 2020 | 07:20
Fabriciano deve ter algo diferente. Porque todas as cidades no entorno tem caso. Só Fabriciano que não tem, onde o comércio está escancarado, academias, funcionando, ruas lotadas e todo mundo sem máscara. Fabriciano tem algo diferente. Qual será a diferença ?senhor Prefeito " Dr. bizarro"?
Ocimar Marques da Silva 12 de maio, 2020 | 21:46
Engraçado que o comércio está com portas abertas, mas parece que ninguém fiscaliza as ações dos lojistas, pois vejo lojas com as atendentes sem máscaras e clientes dentro das lojas tbem sem máscara, é só dar uma volta nas lojas próximas a CEF do melo viana que verão o que falo aqui.
Barbosa 12 de maio, 2020 | 20:56
Parabéns prefeito pela sua ótima administração e EXEMPLO a todos do Vale do Aço e Brasil. Espero que o MP e autoridades públicas da Saúde venham pensar e agir como o senhor. Abraço.
Marcus Vinicius Daoura Caldas 12 de maio, 2020 | 20:32
A causa dos poucos casos do vale do aço deve ser por causa da dedetização (poluição) que a Usiminas faz no ar que respiramos!
É tanta m...a saindo de suas chaminés que nem o covid aguenta!
De Olho na Cidade 12 de maio, 2020 | 17:45
PRIMEIRAMENTE PARABENIZO O PREFEITO PELA COLOCAÇÃO PERFEITO DO PONTO DE VISTA COMO ENCARAR ESSA PANDEMIA...SEGUNDO COMO FOI DITO SE CADA UM FAZER SUA PARTE ESSE CORONA-VIRUS NÃO AVANÇARÁ.. E TERCEIRO CERTICIMA A COLOCAÇÃO FEITA POR ELE ENTÃO PORQUE DEIXAR AS PESSOAS PERMANENTEMENTE FECHADAS DENTRO DE CASA? PARABÉNS DOUTOR MARCOS VINICIUS...VOCÊ TEM MINHA ADMIRAÇÃO
Amilar Júnior Sales Peixoto 12 de maio, 2020 | 17:16
Enfim vejo uma argumentação sensata.
Giane Coelho 12 de maio, 2020 | 16:47
Concordo com a opinião do Pref.Marcos Vinícius. Se o Vale do Aço tem poucos casos, devemos salvaguardar as pessoas de risco e liberar as outras pessoas que precisam trabalhar.
Bolsonaro 12 de maio, 2020 | 16:04
ESSE PREFEITO É BOM MESMO. MAS O QUE EU QUERIA SABER É ONDE ESTÃO OS VEREADORES DE FABRICIANO, TIRANDO AQUELE QUE ANDA COM UMA SANTA EMBAIXO DO BRAÇO NA FRENTE DE UM MONTE DE CAVALEIROS O RESTO EU NUNCA VI NESSE MANDATO.
CADÊ VOCÊS VEREADORES OU SÓ IRÃO NAS CAMPANHAS ELEITORAIS.......


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO