Beleza em tempos de coronavírus

Excesso de açúcar não faz bem nem para a saúde e nem para a beleza!

A necessidade de isolamento social nos faz ficar mais em casa. Neste momento estamos impedidos de nos encontrar nos bares, restaurantes, padarias, cafés e afins e, assim, tem sido muito comum testarmos as nossas habilidades culinárias em casa.

E o prato preferido é quase sempre doce. Sem contar que passamos a Páscoa, os ovos de chocolate e outras guloseimas. O próprio isolamento social e a incerteza que a pandemia está causando nos direcionam a comer mais. E daí vem o alerta: cuidado com o açúcar; cuidado com os carboidratos...

Aliás, talvez nunca se tenha falado tanto em nutrição ultimamente, sendo que o açúcar invariavelmente aparece como vilão, principalmente o açúcar refinado. Ele é temido principalmente pelas pessoas que lutam contra os quilinhos a mais.

GB Imagem


O açúcar é tido como o vilão das dietas, e consumido em excesso é mesmo prejudicial. Mas tem valor nutritivo e é amigo da saúde e da beleza. Basta consumir de modo adequado
No entanto, especialistas explicam que o açúcar é essencial para o bom funcionamento do organismo, o que faz mal é o consumo excessivo e isso não somente no caso do açúcar, mas de qualquer outro alimento. Claro que, no caso de algumas doenças, o açúcar é mesmo proibido na dieta.

Os especialistas em nutrição enfatizam que quanto mais escuro é o açúcar, mais vitaminas e sais minerais ele tem, e mais perto do estado bruto ele está. A cor branca significa que o açúcar recebeu aditivos químicos no último processo da fabricação, ou seja, no refinamento.

Apesar de esses aditivos deixarem o produto com boa aparência, eles também "roubam" a maioria dos nutrientes. Só para dar um exemplo, 100 gramas de um açúcar escuro, o mascavo, tem 85 miligramas de cálcio, 29 miligramas de magnésio, 22 miligramas de fósforo e 346 miligramas de potássio.

Para comparar, na mesma quantidade de açúcar refinado, aquele tipo branco mais comum, a gente encontra no máximo 2 miligramas de cada um desses nutrientes. Interessante saber algumas coisas sobre o açúcar disponível no mercado. O açúcar cristal tem grãos maiores e mais transparentes que o açúcar refinado, tornando-o mais difícil de ser dissolvido nos líquidos.

As características do açúcar cristal se deve a técnica de refinamento leve, que tira cerca de 90% dos sais minerais. O açúcar refinado é o açúcar branco mais comum nos supermercados. No refinamento, aditivos químicos como o enxofre deixam o produto com aparência clara e uniforme.

O açúcar branco é usado em quase todas as sobremesas e bebidas, inclusive no cafezinho de todas as horas. O açúcar de confeiteiro tem grãos delicados e finos que até parecem farinha. O segredo deste ingrediente é o processo de refinamento sofisticado pelo qual ele passa.

Depois ele é peneirado e os cristais são separados de acordo com a granulometria. Antes de ir para o pacotinho, o açúcar recebe uma pequena quantidade de amido de arroz, milho ou fosfato, que evita que os grãos fiquem grudados. O açúcar de confeiteiro é muito usado para decorar biscoitos e tortas.

Já o açúcar orgânico, desde o plantio à industrialização, este açúcar não utiliza ingredientes artificiais nem agrotóxicos. Visualmente, este ingrediente tem cristais mais grossos e mais escuros que os outros açúcares mais comuns nas prateleiras dos supermercados.

GB Imagem


Os doces são os preferidos quando o assunto é lambiscar. Geralmente muito saborosos, os doces dão uma sensação de enorme bem-estar quando ingeridos
O açúcar light é uma combinação do açúcar refinado com adoçantes artificiais, como o aspartame, que, por suas características, adoça quatro vezes mais que açúcar comum. Por isso, quem consome um cafezinho adoçado com açúcar light consome menos calorias. Porém, outras receitas devem ser adaptadas antes de usá-lo.

O açúcar mascavo tem cor caramelo e o sabor lembra a rapadura. A sua qualidade nutricional é bem melhor. Sem passar pelo refinamento, ele conserva alguns nutrientes, tais como ferro e cálcio. E tem ainda o açúcar demerara que passa por um processo de refinamento leve, durante o qual não recebe nenhum aditivo químico.

A novidade fica por conta do açúcar de coco, ele tem coloração mais escura e é extraído do fluido das flores da palma de coco. Os cristais se dissolvem facilmente e dão sabor agradável e doce a todas as receitas. Consta que é mais nutritivo do que os conhecidos adoçantes e fornece potássio, magnésio, zinco, ferro e vitaminas.

Em contrapartida ao açúcar, existem os adoçantes. Uma das formulações mais recentes é a sucralose, um composto derivado da cana de açúcar que tem sido considerada melhor alternativa do que os outros que existem no mercado há mais tempo, no entanto neste caso também é preciso ter cuidado com a ingestão em demasia.

Lembre-se que a pele reflete tudo o que ingerimos, assim como o todo o nosso corpo. Beleza e juventude estão intimamente ligadas ao tipo de nossa alimentação. Procurar sempre opções naturais de alimentação é a melhor alternativa.

Substituir o açúcar refinado por açúcar mascavo ou açúcar demerara é uma alternativa mais saudável e não consumir em excesso traz benefícios à saúde e lembrando-se dos nutrientes que estes contem. Tudo é uma questão de acostumar o paladar e se livrar daquela compulsão por açúcar refinado.
Que tal tomar o cafezinho ou chá sem açúcar?
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO