Aciapi e CDL solicitam a volta do estacionamento rotativo e mais ônibus

Conforme o presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, após a reabertura do comércio no município, houve um aumento do número de carros estacionados pelas ruas, sendo que muitas vagas são ocupadas por empresários e funcionários de lojas

Divulgação


Com a reabertura do comércio e sem o estacionamento rotativo, os clientes têm dificuldade para estacionar seus veículos

A Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços de Ipatinga (Aciapi) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Ipatinga protocolaram um ofício, nesta quinta-feira (9), na administração municipal. No documento, é solicitada a retomada mais breve possível do estacionamento rotativo e o aumento do número de linhas de ônibus para atender a população.

Conforme o presidente da Aciapi, Cláudio Zambaldi, após a reabertura do comércio no município, houve um aumento do número de carros estacionados pelas ruas, sendo que muitas vagas são ocupadas por empresários e funcionários de lojas. “Dessa forma, o cliente não consegue estacionar seu carro para fazer uma compra, já que todas estão ocupadas, o mesmo problema que ocorria antes da implementação do estacionamento rotativo. Por isso precisamos que o estacionamento rotativo volte a funcionar o mais rápido possível”, destacou.

Já o presidente da CDL de Ipatinga, Amaury Gonçalves, afirmou que também é preciso aumentar o número de linhas de ônibus no município, porque ainda circulam de acordo com a grade de horários de domingo e feriado, medida tomada quando o comércio foi fechado. “Com a reabertura do comércio, muitos funcionários precisam ir para o trabalho, porém, a quantidade atual de ônibus não atende essa demanda, ainda mais que está sendo proibido aos passageiros ficarem em pé dentro do transporte público para evitar aglomeração. Dessa forma, muitos trabalhadores acabam indo de carro para o serviço”, pontuou.

Frota de ônibus disponível em Ipatinga

Dentre as medidas tomadas para evitar a propagação do novo coronavírus (Covid-19), no mês passado, a administração de Ipatinga determinou que a empresa concessionária do serviço de transporte no município deveria permitir o transporte de passageiros somente sentados, respeitando a capacidade máxima de poltronas. Além disso, os ônibus passaram a circular com o horário de domingo e feriado.

Segundo o gerente administrativo da Saritur, Anivair Dutra, após a reabertura do comércio, as operações da empresa estão sendo retomadas gradativamente. “Falando em percentuais de comparativos. Com a volta do comércio em Ipatinga, estamos transportando apenas 32,5% do número de passageiros e com um empenho de frota já de 69,8%. Sendo assim, pode ser observado que a frota empenhada em relação ao número de passageiro transportado é mais do que o dobro”, afirmou.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Victor Arauko 12 de abril, 2020 | 13:20
Quero ver.. qando as mortes pipocarem.. qual vai ser a punição pra esses picaretas
Pedrin Perito 10 de abril, 2020 | 09:44
Porque essa CDL não copia a CDL de BH que busca reduçao de juros junto aos bancos, assim aumenta o fluxo de dinheiro na praça.Juro Zero é o lema durante a pandemia.Concordo com colega, a instituiçao tem que educar seus filiados.
Marco 10 de abril, 2020 | 01:21
Simples assim. Os proprietários de lojas queriam a reabertura do comércio. Ai estacionam seus carros nas vagas que seriam dedicadas aos clientes. E a culpa é do Município? Falta inteligência. Ao invés da ACIAPI cobrar a volta do estacionamento rotativo, por que não cobra de seus associados que deixem as vaga liberadas para os clientes?

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO