Associação dos Aposentados vai retomar atividades no dia 13

O acesso às unidades será controlado, sendo permitido um associado a cada cinco metros quadrados de área de atendimento, de forma a evitar aglomeração de pessoas

Wôlmer Ezequiel


O acesso às unidades será controlado no local

Após deliberação da diretoria, a Associação dos Aposentados e Pensionistas de Ipatinga (AAPI) definiu pelo retorno do atendimento a partir do dia 13. A entidade destaca que o serviço será prestado obedecendo às normas divulgadas pelos órgãos de saúde e vigilância sanitária, além das contidas no Decreto Municipal de nº 9.295, de 7 de abril, durante a vigência do estado de calamidade pública, decorrente da pandemia causada pelo novo coronavírus (Covi-19).

O acesso às unidades será controlado, sendo permitido um associado a cada cinco metros quadrados de área de atendimento, de forma a evitar aglomeração de pessoas; só será permitida a entrada do associado ou dependente às consultas previamente agendadas. Os acompanhantes só poderão entrar em casos especiais; nos laboratórios, o atendimento será agendado (call center); a coleta de material para exames laboratoriais somente com agendamento por telefone ou após saída das consultas médicas; a secretaria terá atendimento com agendamento.

Na secretaria, tesouraria e laboratório, o horário será das 7h às 17h. As marcações de consultas só serão liberadas após o remanejamento das consultas canceladas, em razão da crise.

Posteriormente, as consultas serão marcadas exclusivamente via call center: (3830-3400). As condições podem ser alteradas, adaptadas e ainda ajustadas para medidas mais restritivas ou mesmo suspensão de atividades, a fim de impedir maiores danos e agravos à saúde pública. Mais informações: (31) 3830-3400.

Suspensão

No dia 17 de março, o presidente da AAPI, Elias Caetano Ferreira, anunciou medidas do plano de contingência para evitar a disseminação do coronavírus. A suspensão da maioria das atividades no Clube dos Pioneiros e as orientações para que o associado evite aglomeração de pessoas surtiram efeito. No entanto, a diretoria da entidade optou por gerenciar o fluxo de pessoas em todas as unidades, incluindo a rotina de trabalho dos funcionários.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Natal 10 de abril, 2020 | 11:08
.... é marcio , justamente a entidade do grupo de risco . Essa sim , o nardielo tinha que ver . Se a nao respeita as recomendações que são dadas diariamente , vai respeitar quem.... que sejamos
abençoados ....
Márcio 10 de abril, 2020 | 08:56
Está aí mais uma turma que se acham ser super heróis. Parece que essa gente gostou do tom e das notas musicais que tem sido tocadas na Itália, França e Alemanha e agora nos Estados Unidos; o som da Marcha Fúnebre. Essa Associação vai fazer igual a Secretaria de Saúde do Estado, em Coronel Fabriciano; normalmente os frequentadores são pacientes do grupo de risco em relação ao Corona Vírus. A fila para apanhar medicamentos vira o quarteirão. Se continuar assim não precisa ser David Uip ou Mandeta. Eu mesmo digo que não teremos nem coveiros suficientes, quem dirá hospitais para fazer frente ao Covid19. Vai precisar1 de uma retroescavadeira para abrir covas. Fiquem em casa! A ciência está mandando ficar em QUARENTENA.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO