Novo presidente da Lidecel diz que buscará novos rumos para futebol em Fabriciano

De acordo com João Buião, de 61 anos, a pretensão é manter uma boa relação com o poder público, onde, antes do advento da Covid-19, teve reunião com o prefeito Marcos Vinícius Bizarro

Divulgação


Antes do período da quarentena pela Covid-19, João Buião e Jair Luciano estiveram com o prefeito Marcos Vinícius e o coordenador de esportes Laduca discutindo a parceria entre a entidade e o poder público

Eleito presidente da Lidecel (nove votos contra cinco do concorrente Marcus Vinícius) e empossado no fim de janeiro, João Pereira de Souza, o “João Buião”, afirmou ao Diário do Aço que pretende implantar uma nova dinâmica no futebol fabricianense. O mandato do dirigente será de quatro anos, tendo como vice o ex-jogador Jair Luciano, um dos expoentes do futebol amador do município.

De acordo com João Buião, de 61 anos, a pretensão é manter uma boa relação com o poder público, onde, antes do advento da Covid-19, teve reunião com o prefeito Marcos Vinícius Bizarro. Além da prefeitura, a ideia é construir uma relação de parceria com todos os clubes filiados, de forma a organizar competições de bom nível técnico, atrativas e em diversas categorias.

Planos

De acordo com o dirigente, sucessor de Adriano Messias, que renunciou um ano antes de completar seu mandato alegando problemas pessoais, a expectativa é, após a situação se normalizar das restrições preventivas ao coronvírus, realizar uma assembleia e discutir a temporada.

“Não passava pela minha cabeça ser presidente da Lidecel nesse momento; noutra época, há alguns anos, sim, mas não surgiu a oportunidade. Agora fui convencido a disputar e vencemos. Temos que fazer um trabalho de excelência, praticamente começando do zero. E posso afirmar que vamos fazer o que for de melhor para o futebol amador de Coronel Fabriciano se destacar. Conto com apoio da prefeitura, principal parceria com o repasse do convênio, dos clubes e de outros amigos que se juntarem”, afirmou João Buião.

O presidente da Lidecel disse também que pretende organizar campeonatos das categorias de base para que os jovens sejam revelados e criem raízes no futebol local. “Atualmente nossos meninos estão indo atuar nos clubes de Ipatinga e Timóteo por falta de opções aqui. Com isto, se revelam e ficam por lá, deixando nosso futebol mais pobre. Temos que revelar, formar esses jogadores aqui”, pontua Buião.

Outra pretensão do dirigente é manter uma boa relação com a Liga Acesitana de Desportos (LAD) e Liga de Desportos de Ipatinga (LDI) a fim de que possam retomar as discussões para um campeonato amador regional. “Seria muito importante, estaríamos fazendo algo diferente, inovando, motivando. É disso que estamos precisando. Sei que é difícil, mas discutir e evoluir no assunto é importante; temos que buscar novas alternativas”, disse.

João Buião encerrou dizendo que buscará uma nova sede para a Lidecel, que até então estava na avenida Magalhães Pinto.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO