Cemig adota novas práticas para leitura de medidores em tempos de pandemia

Se houver negativa de acesso neste período de pandemia, as leituras serão feitas por estimativa de consumo com base na média registrada nos últimos 12 meses

Wôlmer Ezequiel


Profissionais farão as leituras do mês de abril com nova orientação de trabalho

A Cemig informa que, a partir desta quarta-feira (1), os leituristas farão as leituras do mês de abril com nova orientação de trabalho. O procedimento está alinhado com a Resolução Normativa 878/2020, publicada na última semana pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que trata do impacto da epidemia do novo coronavírus (Covid-19) no setor elétrico.

Conforme a Cemig, os leituristas seguirão as seguintes orientações: os medidores voltados para a rua serão lidos normalmente e, para ler os medidores localizados no interior das propriedades, o profissional precisará da autorização de acesso do cliente.

Se houver negativa de acesso neste período de pandemia, as leituras serão feitas por estimativa de consumo com base na média registrada nos últimos 12 meses. Como opção ao faturamento por média, o cliente poderá optar por informar previamente a leitura de seu medidor.

O procedimento para informar a leitura é o seguinte: observe a data da próxima leitura, disponível na conta de luz do mês anterior, e realize a leitura três a cinco dias antes da data informada; anote os números registrados no medidor. Nos medidores com ponteiro, se o ponteiro estiver entre dois números, anote o que for menor.

A leitura deve ser enviada, em até três dias antes da data da próxima leitura, para a Agência Virtual no site www.cemig.com.br; o aplicativo Cemig Atende; e mensagem para o número 29810.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Geraldo Magdalena Dias 14 de abril, 2020 | 22:20
eu acho que este politicos tinha que unir pra podernos ajudar cobrar so a taxa minima ate poder normalizar as coisa porque nao temos condiçoes pagar as contas dentro de casa temos que trabalhar
Manguita 04 de abril, 2020 | 14:12
Absurdo, a cemig não respeita nem o momento difícil , choveu bastante este ano, creio que os reservatórios estão todos cheios, deveria estar operando com a bandeira verde para todos, Pois muita gente não esta trabalhando para honrar os compromissos e os que estão trabalhado para manter a casa, certamente terão um gasto maior porque as crianças estão todas em casa, em algumas residências idosos e pessoas de risco. cadê o governador de Minas Gerais para nos socorrer, so manda o povo parar e ficar em casa, mas não da condições para isso, minha conta já chegou , quem vai pagar pra mim? eu que não cooro risco trabalhando pra mim ver, se não daqui a pouco corremos risco é ficar com fome e desnutridos, rico faz quarentena e tem dinheiro de sobra na poupança e aplicações, vão para suas ilhas , fazendas e iates e o pobre? fica em casa gastando dobrado...me poupem
Marques 04 de abril, 2020 | 12:52
Se em condições normais os leiturista já lançam seu débito por estimativa,imagina agora,ou seja por mais que vc economize,desligue algo dentro de casa não vai fazer diferença.
Os caras ficam num lugar qualquer da cidade e lançam qualquer de leitura e vc consumidor paga.
Se não pagar depois cortam o fornecimento,se vc provar que tá errado o valor vai ser diluído em suas próximas contas.De qualquer jeito vc se lasca!
Vll 02 de abril, 2020 | 13:52
Faz um gato .... que tudo fica bom kkkkkk
???com Raiva 01 de abril, 2020 | 08:38
Isso é uma roubalheira danada,meu medidor fica na rua e minha conta veio bem acima do que está mostrando lá,e isso aconteceu em muitas casas aqui no Bom Jardim,vários medidores virados para rua e a feita errada
Difícil isso ???
Adalton 01 de abril, 2020 | 08:08
A minha conta veio o valor bem acima, não foi feito leitura, no relógio tem uma numeração bem abaixo do que foi cobrado, e ele fica do lado de fora, isso é sacanagem com o consumidor, a gente liga e ninguém resolve nada.
Maria Aparecida Mantovane Moro na Travessa.ana de Souza 26,vila Bueno Varginha Mg 31 de março, 2020 | 17:04
Bom seria se tivesse Whatsapp para que a gente pudesse tirar foto do medidor e mandar para a Cemig. Aqui são três relógios,não consegui fazer pelo aplicativo e o número 35061116 não entra no Whatsapp e em ligação disse que não existe.
No app aparece só um relógio como fazer com os outros dois?
Cliente 31 de março, 2020 | 16:35
Aqui em Fabriciano n estão fazendo isso meu padrão e pra rua e minha conta veio bem acima do normal,cemig ta de brincadeira

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO