Fabriciano faz mapeamento dos idosos no município

Os gráficos disponibilizados ao Grupo de Gestão do Coronavírus (GGC) apresentam um retrato da situação por região, onde se localizam os idosos por idade e por doença

Divulgação


Nessa segunda-feira (30), o município atingiu a marca de 183 casos suspeitos de coronavírus, 76 descartados e 1 confirmado

A Secretaria de Governança da Saúde de Coronel Fabriciano informa que reforçou as medidas de combate ao novo coronavírus (Covid-19) por meio de ações diretas junto à população idosa, faixa mais suscetível à doença. No último fim de semana, a gerência de atenção básica mapeou os dados dos idosos do município, separando por idade e agravo aqueles que merecem atenção especial neste momento. Os gráficos disponibilizados ao Grupo de Gestão do Coronavírus (GGC) apresentam um retrato da situação por região, onde se localizam os idosos por idade e por doença.

Os hipertensos, por exemplo, representam um grupo com 3.104 doentes na faixa dos 60 aos 70 anos. Entre 71 e 80 anos, são 1.743 e dos 81 aos 90 anos, o município possui 828 idosos hipertensos. Acima de 91 anos, existem 144 com hipertensão. Já os idosos com hipertensão e diabetes ao mesmo tempo, são 1.255 na primeira faixa, 785 na segunda faixa e 336 na terceira faixa. A quarta faixa, acima dos 91 anos, possui 36 idosos com os dois agravos.

O secretário Ricardo Cacau ressalta a importância do trabalho que traz à realidade um quadro detalhado da população mais exposta à doença. “Nós incrementamos o trabalho dos agentes comunitários de saúde, ACS, e com essas informações eles podem focar e ser mais incisivos nas recomendações de quarentena e comportamento diário. Com certeza vamos poder proteger essas faixas etárias de forma mais assertiva”, disse.

Os gráficos mostram que a região do bairro Santa Cruz é a que possui o maior número de idosos seguido do bairro Floresta. Nos dois bairros, as unidades básicas de saúde são referência no trabalho com a população idosa. Isso possibilita à secretaria colocar um número maior de visitadores e vacinadores nos bairros com maior incidência populacional nesta faixa etária.

Leitos extras

Nessa segunda-feira (30), o município atingiu a marca de 183 casos suspeitos de coronavírus, 76 descartados e 1 confirmado. Este paciente com exame positivo já tratou e é considerado curado. A administração municipal informou ainda que disponibilizou aos governos Federal e Estadual um andar inteiro com pelo menos quatro enfermarias prontas para montagem de leitos para terapia intensiva de pacientes graves de Covid-19. A área está pronta, mas requer a instalação de camas e respiradores. O prefeito, Marcos Vinicius já havia anunciado a disponibilização do antigo hospital da Unimed para atendimento emergencial em caso de necessidade. A unidade, que está inativa, pode receber até 120 pacientes para tratamento intensivo e semi intensivo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

MAIS FOTOS

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO