Localizados três suspeitos de crime violento, em Timóteo

Suspeitos usaram tijolos, pedaço de madeira, faca e até arma de fogo para matar a vítima na noite deste domingo

Notícia atualizada às 15h02
Foto enviada ao Portal Diário do Aço


O local do crime foi uma baia localizada no Grota dos Vieiras


O adolescente Samuel Castro Siqueira, de 13 anos, foi morto durante uma violenta agressão dentro de uma baia na rua São Lourenço, na Grota dos Vieiras, no distrito de Cachoeira do Vale, em Timóteo. O crime aconteceu no fim da noite deste domingo (29) e os suspeitos pelo crime foram identificados, ambos com 17 anos de idade, e já se encontram apreendidos, e um terceiro envolvido, maior de idade, também foi preso.

O crime foi descoberto assim que moradores escutaram os gritos de socorro vindos de uma baia de cavalos, próximo ao número 51 da rua São Lourenço. As equipes da Polícia Militar foram acionadas e depararam com a vítima caída com o crânio dilacerado. O resgate do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas a vítima encontrava-se sem sinais vitais.

A área foi periciada pela Polícia Civil e constatado que Samuel foi atingido com um pedaço de madeira e tijolos. O corpo da vítima foi removido ao Instituto Médico Legal (IML) de Ipatinga para ser necropsiado na manhã desta segunda-feira (30). Os exames de necropsia apontaram que a vítima também sofreu facadas e um disparo de arma de fogo.

Enquanto a perícia trabalhava, os policiais foram informados de forma anônima que dois adolescentes foram avistados saindo da baia logo após os gritos. As equipes se deslocaram para a casa dos menores infratores, mas eles não estavam nas casas. Um deles teria se dirigido para o bairro Ana Moura, na garupa de um mototaxista, onde mora a namorada.

Em um rastreamento pelo Ana Moura, os policiais encontraram o adolescente suspeito transportado por um motociclista. Os militares recolheram um telefone celular que estava em poder do jovem infrator que acabou confessando a autoria da morte de Samuel.

Ele explicou aos policiais que a vítima tinha o costume de ir até à grota para fumar maconha. Os dois autores aproveitaram-se desta situação para atrair a vítima ao local para matá-lo. O menor infrator recebeu voz de apreensão e foi conduzido para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Ipatinga.

Novas prisões
Já na manhã desta segunda-feira, o comando da 85ª Companhia PM desencadeou uma operação no Cachoeira do Vale para localizar os outros dois envolvidos no crime. O segundo adolescente foi localizado no local e tentou correr por um matagal, onde havia se escondido. A nova fuga foi frustrada e o menor infrator apreendido pelos policiais.

As diligências prosseguiram e, horas depois, os policiais conseguiram localizar e prender o terceiro autor, M.V.S.O., de 22 anos, que se apresentou aos PMs, mas negou participação no crime. O maior de idade, segundo denúncias, teria arquitetado o homicídio. A arma de fogo, uma garrucha de calibre 36, não foi encontrada pelos policiais. Os três envolvidos foram levados à Delegacia de Polícia Civil para dar prosseguimento ao caso.



Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Corco 31 de março, 2020 | 20:05
"Jovem aprendiz, sim concordo com vc o senhor presidente não teve nada haver com os presos liberados em São Paulo mais infelizmente agente não tem vido nada da parte deles em sentido de segurança e outros mais os senhores ministros estão tentando trabalhar mas o senhor presidente não deixa assim visse e versa e o menor infrator sim colheu oque plantou mais isso não justifica a crueldade e a frieza dos outros menores pois eles sabem que não vai dar em nada futuramente sim quando for maiores de idades e continuarem aprontado vai estourar todos os B O S cometidos quando menores até quando acontecer. Issso quantos jovens ainda terá suas vidas ceifadas?
Jovem Aprendiz 30 de março, 2020 | 22:57
Corco, não tem nada a ver a administração do presidente Bolsonaro com a libertação dos presos de São Paulo. A saber os presos em São Paulo foram soltos por um decreto do Governo Estadual e não Federal. O Samuel plantou o que colheu. Aprontava mundos e fundos no João Cotta e na Grota em Cachoeira do Vale, você queria o quê? Que os traficantes dessem à ele nota promissória para receber as drogas que comprou? Não adianta falar que ele era bom rapaz, pois não era não. Se não tivesse mexido com coisa errada estaria vivo agora. Muitos outros da idade dele terão o mesmo caminho, se esta morte não servir de exemplo.
Corco 30 de março, 2020 | 17:35
E agora oque vai acontecer com esses meliantes ?por mais que a vítima tinha várias passagens pela polícia mas é uma vida que se foi e cruelmente no momento de pandemia do covid 19 em São Paulo foram libertos mais 1000 presos e agora os cidadãos de bem como fica e te que ver o senhor presidente brigando com os próprios ministros dele ,totalmente descapacitado de presidir um país
Eduardo Bananinha 30 de março, 2020 | 10:36
Uma pessoa que tem o sangue frio de matar de uma forma tão brutal,não merece conviver com a sociedade,não importa a idade,prisão perpétua nesses criminosos.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO