Polícia registra maus tratos à cadela no bairro Tiradentes

Divulgação Polícia Militar


Local onde a pitbull não foi limpo por quase uma semana

Por meio de denúncia, a Polícia Militar registrou, na sexta-feira (27), um caso de maus tratos contra animal na rua Araras, no bairro Tiradentes, em Ipatinga. Um casal de idosos deixou a residência no último domingo (22) para ficar no sítio da família, em Belo Oriente, por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), como forma de isolamento para evitar o contágio da doença. Porém, no local, foi deixada uma cadela pitbull que, segundo a autora da denúncia, chora e late boa parte do dia. Além disso, a denunciante relatou à polícia que não viu ninguém indo até o local alimentar o animal.

Ao chegar à residência, os policiais verificaram a casa toda fechada e a cadela solta na área externa, que estava suja de fezes. Não foi encontrado no local ração ou água para o bicho.

Depois de várias tentativas, os policiais conseguiram falar com a neta dos moradores. Ela explicou que os avós foram para o sítio e que deixou o genro deles, G.A.S., de 58 anos, responsável pelos cuidados com a cadela.

Ao ser acionado, G.A.S. compareceu à residência e disse que na segunda-feira (23) foi até ao local e deixou muita ração e água para a cadela. Ele também disse que não teve tempo de limpar o local.

Quando a polícia foi ao local onde a cadela fica, acompanhada do genro do casal, foi verificado que tinha um resto de ração mofada e com cheiro de azedo, e que só havia pouca água em um balde. Além disso, o local estava sujo e com forte odor.

Diante da situação, G.A.S. foi conduzido ao ponto de Reds do Primeiro Pelotão de Meio Ambiente, no bairro Jardim Panorama, onde foi lavrada a ocorrência por abandono e falta de cuidados com o animal.

A cadela não apresentava nenhum ferimento e, como não havia local adequado para levar o animal, ele foi deixado com G.A.S., que foi orientado pela Polícia Militar sobre sanções e penalidades que poderá sofrer novamente se não oferecer os cuidados necessários para a cadela.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Anides Soares Coutinho 31 de março, 2020 | 21:35
De fato, a polícia não dá conta da criminalidade. Nem da corrupção. Quem dá conta? O juiz, o povo? Algum poder acima dos homens?.Agora: Eu tenho cachorro, que é o amigo que tenho, e do qual cuido.Cachorro sente fome, frio, dor de dente, doenças, assim como qualquer mamífero.Inclusive de quem não gosta de cachorro.E quem tem cachorro, tem que cuidar do bicho, da mesma forma que de uma criança. Na hora da guarda, tá lá o cão. No aperto, abandona o bicho.Nem a polícia nem a lei dão conta de tudo.Quem não cuida do animal, deve ser preso, pois não se concebe por o bicho em casa e abandoná-lo. Cachorro vale mais que muita gente por aí.
Irinaldo Jose 28 de março, 2020 | 21:13
Estas leis deste brasil e muito Boa mesmo deslocar polícia por causa de cachorr o olha quanta criminalidade neste pais quanta corrupção quantas pessoas passando nescessidade por favor poupa nos q estamos do outro lado do mundo
Gutemberg 28 de março, 2020 | 13:36
Na minha rua tem um cachorro com mals tratos ,dono deixa jogado na rua parece esta co m leishmaniose acionei a PM e zoonoses e nada foi feito.

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO