Enem 2020: provas podem ser adiadas em decorrência do coronavírus

Exame pode sofrer outras mudanças e corre o risco de não ocorrer neste ano; entenda

Divulgação


Inicialmente, as provas do Enem seriam aplicadas nos dias 11 e 18 de outubro de 2020, digitalmente, e 1º e 8 de novembro, na forma tradicional em papel

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) estaria avaliando um possível adiamento do Enem 2020, de outubro para novembro, por conta da pandemia do coronavírus, segundo o jornal O Globo. Essa é apenas uma previsão inicial e pode sofrer outras alterações no decorrer do ano, em virtude da suspensão de aulas no Brasil, conforme noticiou o periódico.

A sugerida análise do Inep se baseia no fato de que “como o exame tem a intenção de avaliar o Ensino Médio, não faria sentido aplicá-lo na data prevista, uma vez que o cronograma das escolas estaria atrasado e o conteúdo completo não teria sido ministrado aos alunos”.

Inicialmente, o edital do Enem prevê aplicações das provas nos dias 11 e 18 de outubro de 2020, digitalmente, e 1º e 8 de novembro, na forma tradicional em papel.

Outra possibilidade que não está descartada é o adiamento do Enem de 2020 para 2021, segundo O Globo. Caso isso ocorra, poderá gerar impactos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa a nota do Enem para aprovação em universidades.

O edital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano deve ser concluído até o final de março. Para tanto, falta o ministro da Educação, Abraham Weintraub, dar o parecer final.

Até o momento, o Inep não se manifestou sobre o assunto. No entanto, no site do instituto, em texto sobre as medidas que o Órgão está tomando a respeito do coronavírus, consta que “até o momento, os cronogramas das próximas edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (Prouni) e do Programa de Financiamento Estudantil (Fies) estão mantidos”.

Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio, como o nome adianta, é uma prova que avalia os conhecimentos obtidos pelos estudantes do último ano do Ensino Básico.

As notas alcançadas nas provas são usadas no processo seletivo de instituições de ensino superior no Brasil e em universidades de Portugal.

A pontuação do Enem é critério para seleção de bolsas de estudo por meio de programas do governo como: Programa Universidade para Todos (Prouni), Sistema de Seleção Unificada (Fies) e Financiamento Estudantil (Fies). Além disso, com o Enem é possível obter certificação do Ensino Médio para estudantes maiores de 18 anos que cursam a Educação Básica de Jovens e Adultos (EJA).

*Com informações de O Globo

(Brenda Chérolet - Agência Educa Mais Brasil)

Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Gildázio Garcia Vitor 27 de março, 2020 | 12:24
Tem um outro problema que não foi questionado ainda pelo MEC e pelos meios de comunicação, que é a suspensão dos calendários das Universidades Federais até o fim da quarentena. Portanto, dependendo do período que durar, irá alterar todas as datas para o início dos semestres letivos, considerando o próximo em agosto e o de março-2021, além dos seguintes vindouros. Estou com duas filhas em casa, uma faz Direito na UFJF-GV, e a outra tinha acabado de se mudar para Alegre -ES, onde iniciou Veterinária na UFES, só deu tempo de assustar com Bioquímica e encantar com Anatomia. Mas os custos das repúblicas (aluguel, água, luz, internet etc.) continuam. O que fazer?! Plagiando o grande Boechat: "Toca o barco".

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO