Produtos de prevenção ao coronavírus podem ser doados até o dia 31

Economia abriu edital para receber itens de combate à doença

Débora Anício


As doações começaram na última quinta-feira (19) e vão até as 18h de 31 de março
(Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil)
Pessoas físicas e empresas de qualquer lugar do país podem doar ao Sistema Único de Saúde (SUS) produtos para a prevenção ao coronavírus. O Ministério da Economia abriu edital para receber luvas, máscaras, termômetros, álcool em gel e demais itens médicos e hospitalares usados no combate à covid-19.

As doações começaram na última quinta-feira (19) e vão até as 18h de 31 de março. Os produtos podem ser entregues em qualquer localidade do país. Basta a pessoa física ou a empresa, nacional ou estrangeira em situação legal no país, inscrever-se eletronicamente ou presencialmente.

As inscrições por e-mail, ou interessados apresentar um protocolo eletrônico em um site na internet. Há também a opção de uma petição eletrônica no site. Também é possível enviar os documentos exigidos no edital ao Bloco C da Esplanada dos Ministérios, sala 110, CEP 70.046-900.

A documentação exigida pode ser consultada no chamamento público. Decorridos o prazo previsto para as inscrições, as propostas serão recebidas pela Comissão de Processamentos das Doações e apreciadas pela unidade demandante. Todos os documentos ficarão disponíveis aos interessados na Central de Compras Governamentais, na internet.

A iniciativa faz parte do pacote de medidas tomadas pelo Ministério da Economia para reduzir a contaminação ocasionada pela pandemia de coronavírus. O edital prevê a doação de dez tipos de itens: máscara padrão de segurança N95/PFF2/N99/N100/ PFF3; máscara cirúrgica; protetor ocular ou protetor de face; luvas; capote, avental ou jaleco; sabão líquido; álcool em gel; álcool 70%; higienizantes para o ambiente; e termômetros digitais.

Outras doações

Os interessados em doar outros insumos e serviços para o combate ao covid-19 podem procurar a plataforma oficial de doações do governo federal, o Reuse.

Primeiramente, o usuário deve cadastrar-se no portal do governo. A partir daí, basta acessar o site do Reuse e incluir as doações na opção “quero doar”. O interessado deve incluir as informações sobre o produto ou serviço, anexar fotos e, se desejar, indicar um órgão específico para receber os itens.

A Central de Compras do Ministério da Economia analisará a oferta. Após a avaliação, o anúncio do doador será publicado automaticamente pelo Reuse e ficará disponível por dez dias.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Brito Junior 22 de Março, 2020 | 11:41
Tá de brincadeira, POSEMOS DOAR AO SUS????
E DE NÓS? QUEM VAI CUIDAR?
SE EU DOAR, TEREI ANISTIA DE MEUS IMPOSTOS?
IMPOSTOS QUE PAGO PARA TER ATENDIMENTO DE QUALIDADE NO SUS... QUALIDADE NO SUS?
FALA SÉRIO..... COMO PODEM RIR DA CARA DA SOCIEDADE ASSIM????
FALTA DE RESPEITO....

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO