Horários de ônibus serão reduzidos a partir deste sábado

Alteração atinge linhas municipais e intermunicipais

Wôlmer Ezequiel


Autotrans vai adotar o horário de domingo a partir de agora

O efeito do novo coronavírus (Covid-19) continua. Dessa vez, o transporte coletivo sofrerá alterações. A partir deste sábado (21), a Saritur irá operar com horário de domingo, em Ipatinga, o que representa redução no número de veículos circulando. A Univale também irá adotar o mesmo modelo. A medida anunciada nesta sexta-feira (20) pela empresa vem um dia depois do Conselho Gestor de Crise em Ipatinga definir pelo fechamento dos estabelecimentos comerciais no município. O decreto nº 9.281/2020 estabelece que o comércio feche a partir deste sábado, situação que deve ser mantida até 30 de março.

A medida da Saritur em Ipatinga será reavaliada na segunda-feira (23) para definir se há necessidade ou não de manter este padrão de funcionamento ou readequá-lo.

Em Timóteo, apesar de ainda não haver definição da Autotrans, a administração municipal informou que a recomendação é rodar com 50% de passageiros e ampliar o número de ônibus circulando para atender à possível demanda. Além de circular com todas as janelas abertas.

Além da redução de horários, a empresa esclarece que os profissionais são orientados quanto à higiene pessoal. “Com essa situação do comércio, a prefeitura autorizou rodar com horário de domingo, a partir de sábado. Esse horário é 60% menor em relação ao normal. Vamos acompanhar para ver a necessidade, a demanda. Quanto aos funcionários, estão todos orientados a fazer a higienização das mãos entre viagens, com água e sabão líquido, que estão disponibilizadas para eles, além de andar com os vidros abertos. Vale lembrar que todas as linhas operam, só reduz a quantidade”, esclarece o gerente administrativo da Saritur, Anivair Dutra.

Outra ação da empresa foi afixar cartazes nos veículos, desde o início da semana, informando que as janelas deverão ficar abertas durante todas as viagens. Apesar da medida voltada para intensificar a circulação de ar dentro dos veículos, em grande parte deles só há janelas na parte superior, enquanto o vidro ao lado do passageiro não possui abertura. Além disso, em muitos ônibus foi verificado que as tampas de entrada de ar localizadas no teto permanecem fechadas durante as viagens.

Enviada por leitor


Apesar da orientação de manter as janelas abertas, muitos veículos só possuem aberturas na parte superior dos vidros
Limpeza

Leitores do Diário do Aço enviaram fotos do interior do ônibus que faz a linha 801, em Ipatinga, onde era possível ver sujeira no piso e nas janelas. Sobre isso, Anivair informou que foi intensificada a higienização, já que a limpeza é realizada todos os dias. “À medida que o carro vai circulando, fazemos uma manutenção na praça Caratinga, no Centro, mas piso é só no fim do dia. Talvez seja essa situação. Além da limpeza, estamos fazendo higienização de balaústres e locais onde o passageiro leva a mão. Nossos pontos finais têm e sempre tiveram sabonete líquido e temos tomando todas as precauções possíveis”, assegurou.

Ipatinga

Amparada no decreto municipal nº 9.281, publicado nesta sexta-feira (20)), a administração determinou à empresa concessionária do serviço de transporte coletivo que todos os veículos sejam internamente higienizados, nos intervalos de cada viagem.

“A prefeitura se coloca à disposição da sociedade para qualquer problema ocasionalmente percebido e alerta que está tomando todas as medidas possíveis para fiscalizar as normas sanitárias exigidas para este momento grave e emergencial”, destacou o governo em nota.

Univale

A Univale, que opera no transporte intermunicipal na região, terá horário reduzido em 35%, em relação ao praticado normalmente. “Será horário de domingo, vamos monitorar, se necessário voltaremos a fazer um ajuste. É possível conferir em nosso site os horários disponíveis. Todas as linhas serão ofertadas, a alteração será somente em relação aos horários”, acrescenta o diretor-executivo, Luiz Peixoto.

Ele salienta que a empresa esbarrou na falta de álcool gel e não conseguiu comprar o produto, mas que está providenciando. “Nossa equipe de segurança desenvolveu um plano de ação. Vamos disponibilizar máscaras para os funcionários e onde não é possível lavar as mãos, vamos disponibilizar o álcool em gel. Temos pontos de apoio onde os motoristas e cobradores podem fazer assepsia e os ônibus são limpos, como sempre foram, mas agora com produto mais forte. A equipe foi treinada novamente, diante dessa situação que tem exigido tanto de todos nós. Temos evitado contato físico e fazendo reuniões por telefone. Temos nos empenhado”, disse o diretor-executivo.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO