Bancos mantêm funcionamento apesar das restrições no comércio

Os canais de atendimento por telefone também estão funcionando normalmente

Tiago Araújo


Por meio da internet, os usuários também podem fazer pagamento de contas, transferências financeiras, consulta de saldos e de extratos

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anunciou, por meio de nota, que assegura que as agências bancárias permanecem abertas, com atendimento aos seus clientes, apesar das restrições no comércio das cidades. Além disso, será priorizado os públicos mais vulneráveis, como o de aposentados e pensionistas. Com isso, o atendimento bancário está garantido a todos, conforme a Federação.

Em nota, a Febraban afirmou que de acordo com a orientação do Banco Central para enfrentar as dificuldades trazidas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), os bancos deverão, pontualmente e por períodos limitados de tempo, alterar horários de atendimento ou suspender serviços em agências selecionadas. “Os clientes serão informados adequadamente pelos canais de comunicação de cada banco. O setor se compromete a assegurar a prestação de serviços essenciais. A Febraban e os bancos recomendam enfaticamente a seus clientes e usuários do setor bancário que, atendendo às recomendações das autoridades sanitárias, evitem deslocar-se para as agências bancárias e deem preferência a usar produtos e serviços dos bancos por meio dos canais remotos disponíveis para a população”, afirmou.

Celular e computador

Segundo a Febraban, por meio do celular e computador, os usuários podem fazer, com segurança, pagamento de contas, consulta de saldos e extratos, transferências financeiras, agendamento de pagamentos e contratação de serviços e empréstimos, entre outros. “Nos aplicativos e Internet Banking, os clientes poderão encontrar ferramentas úteis para todas as necessidades, além de ter acesso a comunicados e canais de atendimento. Os canais de atendimento por telefone também estão funcionando normalmente. Ao evitar voluntariamente ir às agências bancárias, todos colaborarão para que os bancos possam priorizar o atendimento aos grupos mais vulneráveis, protegendo todos, inclusive os bancários, com a redução do fluxo de pessoas necessária”, explicou.

Rede autoatendimento

A Febraban ainda ressalta que em caso de urgência e necessidade, a rede de autoatendimento (ATMs), com seus 170 mil terminais espalhados em todo o país, também está à disposição da população para saques e depósitos. “Para proteger os clientes, foi intensificada a higienização desses terminais, seguindo a orientação de aperfeiçoar e intensificar os protocolos de higienização das instalações bancárias”, concluiu.

Já publicado

Comércio em Ipatinga vai fechar a partir de sábado
Estabelecimentos comerciais de Timóteo e Coronel Fabriciano também serão fechados
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO