Jovem em liberdade provisória mata homem a pauladas

A vítima apresentava intenso sangramento na cabeça diante de agressões das pauladas e não tinha mais sinais vitais

Reprodução


Adilson Geraldo Mota, 53 anos, foi morto a pauladas na noite de quarta-feira

A madrugada desta quarta-feira (18) foi marcada pela violência em Itabira. Uma câmera registrou o momento em que Adilson Geraldo Mota, 53 anos, foi covardemente morto a pauladas. O crime ocorreu por volta das 4h, na rua Israel Pinheiro, no bairro Alto Pereira. O autor confesso do crime foi localizado e preso pela PM, L.S., de 19 anos, que estava em liberdade provisória.

Segundo informações da Polícia Militar, uma equipe já encontrou socorristas do Corpo de Bombeiros Militar e SAMU no local do crime. A vítima apresentava intenso sangramento na cabeça diante de agressões das pauladas e não tinha mais sinais vitais, como constatou o médico do SAMU. Junto ao corpo estava o pedaço de madeira usada no assassinato.

Os militares verificaram imagens de câmeras de segurança, instaladas próximos ao local do crime, e conseguiram visualizar o momento em que a vítima foi agredida até a morte. O autor do crime ainda furtou o par de chinelos de Adilson. Diante das informações, militares realizaram patrulhamento em toda a região e, por volta das 11h, um homem com as mesmas características foi visto deitado próximo à rodoviária na rua Água Santa, no Centro de Itabira.

Ele foi abordado pelos policiais e identificado como L.S., de 19 anos, natural de Guanhães. Ao ser questionado sobre a suspeita do crime, o jovem confessou a autoria do homicídio. O abordado alegou que teria sido ameaçado de morte pela vítima e usou um pedaço de madeira, de uma cerca, e foi atrás de Adilson para matá-lo.

Após o crime, L. foi até o terminal rodoviário onde trocou de roupas. Estas vestes, que usava no momento do crime, foram encontradas em uma bolsa. O par de chinelos da vítima foi localizado. Segundo a PM, L. estava recolhido no presídio de Lagoa Santa pelo crime de tráfico de drogas e estava em liberdade provisória desde o último dia 9 de janeiro. L. foi levado para a delegacia de Polícia Civil.
Encontrou um erro, ou quer sugerir uma notícia? Fale com o editor: falecomoeditor@diariodoaco.com.br

Comentários

Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.

ENVIE O SEU COMENTÁRIO